0

PROBLEMAS DO PLEITO

campanha_eleitoralQuem acha que tudo está transcorrendo na mais perfeita ordem na campanha eleitoral – e que tudo está dentro do previsto – engana-se!

Aqui no blog previmos pelos menos dois acontecimentos para 2016:

1 – Os candidatos ao cargo de vice

2 – A falta de dinheiro

Um candidato ao cargo de vice que não tira votos já é um grande achado.

Soube de um caso em que os candidatos ao cargo de vereador queriam “cortar” o santinho e eliminar a figura do vice. Informados de que não poderiam, a ameaça foi de abandonar a campanha.

O dinheiro anda curtíssimo, além das limitações impostas pelas alterações da Lei Eleitoral. Os mais atingidos são os candidatos ao cargo de vereador – consolados com a entrega de santinhos.

Ainda teremos muitos acontecimentos nos próximos 15 dias!!

8

ÁUDIOS DE ENTREVISTAS

microfoneApresentei na Studio FM ( www.studiofm.com.br) no início da tarde de hoje – das 12 às 14 horas – entrevistas com os quatro candidatos ao cargo de Prefeito de Jaraguá do Sul.

A ordem foi a seguinte:

01 – Jair Pedri – Coligação PSD/PSDB

02 – Ivo Konell – Coligação PSB/PSDC/PDT/PR/PV/PEN

03 – Luiz Carlos de Souza Ortiz Primo – candidato pelo PT

04 – Antidio Lunelli – Coligação PMDB/PP

Para quem não acompanhou, ei-las:

4

SÁBADO – DIA 20

Quatro com nomesNeste sábado, 20 de agosto – das 12 às 14 horas – vou entrevistar os candidatos ao cargo de Prefeito de Jaraguá do Sul no pleito de 2016.

Antidio Lunelli – PMDB/PP

Ivo Konell – PSB/PSDC/PDT/PR/PV e PEN

Jair Pedri – PSD/PSDB

Luis Carlos de Souza Ortiz Primo – PT

Em encontro com os candidatos/representantes – no dia 10 de agosto pela manhã – apresentamos a proposta de ENTREVISTA e o modelo foi aprovado por 3 x 1.

A sugestão (que foi minha) baseou-se em alguns pontos:

– Por ser o início da campanha eleitoral

– Para iniciarmos a campanha com nível elevado, evitando choques de ideias desde o início

– Por ser uma forma mais proveitosa para os eleitores – que desejam conhecer as propostas.

Todos os candidatos responderão as mesmas perguntas – num total de 10 – pelo tempo aproximado de 27 minutos (divididos em 2 blocos e 1 intervalo comercial).

Nenhum candidato terá acesso prévio ao questionário.

A ordem das entrevistas e consequente veiculação – feita por sorteio pelos próprios candidatos/representantes – ficou da seguinte forma:

Primeiro entrevistado – Jair Pedri

Segundo entrevistado – Ivo Konell

Terceiro entrevistado – Luis Carlos Ortiz Primo

Após cada entrevista, o candidato receberá cópia da sua gravação, portanto, a entrevista não será editada.

O programa com as 4 entrevistas será veiculado no próximo sábado – 20 de agosto – a partir de 12 horas.

Para ouvir, basta acessar: www.studiofm.com.br

0

DINHEIRO

cabo eleitoral De acordo com o parágrafo 2º, art. 2º, da Resolução TSE nº 23.459/2015, os limites de despesas e contratações estão fixados.

Os candidatos aos cargos eletivos em Jaraguá do Sul terão que respeitar o seguinte:

Prefeito:

Valor máximo de despesas: R$ 240.652,89

Máximo de pessoas contratadas: 384

Eleitores aptos: 114.349

Vereador:

Valor máximo de despesas: R$ 24.526,93

Máximo de pessoas contratadas: 180

As doações de pessoas jurídicas estão proibidas e de pessoas físicas, o limite é de até 10% dos lucros auferidos no ano anterior.

Acesse decisão do TSE, aqui: http://www.tse.jus.br/legislacao-tse/res/2015/RES234632015.html

Segundo informações dos candidatos, as doações andam escassas e os limites impostos exigem muita criatividade.

1

ELEIÇÕES EM GUARAMIRIM

IMG_4314Na manhã de hoje foi a vez dos candidatos/representantes do município de Guaramirim.

Encontro na sala de reuniões da Studio FM para deliberarmos sobre formato e regras na participação dos postulantes em espaço (generoso, diga-se de passagem) na programação e que será levado ao ar no dia 31 de agosto.

Estiveram presentes:
Jhony Soares Pereira – representando o candidato majoritário da coligação PMDB/Solidariedade/PEN/PTB e PCdoB – Nilson Bylaardt
Antonio Paulo de Souza – representando a candidata Maria Lucia Richard- PSC
Paulo Veloso – candidato majoritário pela Coligação PR/PDT/PSB/PSD, PPS e PT
Luiz Antonio Chiodini – candidato majoritário pela Coligação PP/DEM/PSDB e PRB.
Todos os candidatos participarão de ENTREVISTA no jornalismo da Studio FM com anuência de regras e critérios estabelecidos.
Se queremos o fortalecimento da Democracia – com cobranças posteriores dos compromissos de campanha – estamos oferecendo a plataforma para o início de tudo.

0

A PRIMEIRA

IMG_4290A Studio FM – que você pode acessar aqui, ó www.studiofm.com.br – é a primeira emissora de rádio de Santa Catarina a dar o “start” no pleito eleitoral de 2016.

Com a devida comunicação à Justiça Eleitoral, o processo foi iniciado na manhã de hoje. Na sala de reuniões – durante mais de uma hora – debatemos o melhor caminho para iniciarmos a participação dos postulantes ao cargo majoritário em Jaraguá do Sul.

Compareceram:

Jorge Destro – representando o candidato majoritário da Coligação PMDB/PP, Antídio Lunelli

Ivo Konell – candidato pela Coligação PSB/PSDC/PDT/PR/PV/PEN e seu vice Junqueira Júnior

Guarany Pacheco – representando o candidato pela Coligação PSD/PSDB, Jair Pedri

Luiz Carlos de Souza Ortiz Primo – candidato pelo PT e seu candidato a vice, Mario Viana, também do PT.

Por decisão dos presentes (3 votos x 1) deliberou-se que a primeira participação será na modalidade de “ENTREVISTA GRAVADA” – com as mesmas perguntas para todos os candidatos, mas sem conhecimento prévio.

Por sorteio, a participação ficará da seguinte forma:

– Primeiro entrevistado – Jair Pedri

– Segundo entrevistado – Ivo Konell

–  Terceiro entrevistado – Luiz Ortiz

– Quarto entrevistado – Antidio Lunelli

As confirmações de participação deverão acontecer no prazo máximo de 16 horas do dia 18 de agosto de 2016 e as gravações acontecerão no dia 19 de agosto a partir das 14 horas.

Apenas o representante da Coligação PSD/PSDB Guarany Pacheco – que no ato representou o candidato Jair Pedri – não confirmou participação nas gravações. A alegação foi de que “levaria para decisão da direção partidária”, o que consta em ata assinada por todos.

O jornalismo da Studio FM já agendou reuniões com o mesmo tema para os candidatos majoritários nos municípios de Guaramirim, Corupá, Schroeder e Massaranduba.

10

ELEIÇÃO REVELA PESSOAS

Quero fazer um apontamento muito pessoal:

– Devo ter – aproximadamente – 1.750 defeitos, mas tenho uma única palavra: uma vez FDP, eternamente FDP! Sou assim e estou velhinho para mudar!!

Não é o que acontece nos dias que antecedem uma eleição e em qualquer lugar. O mais comum é vermos coligações que não resistem ao menor tempo de pesquisa – quando falamos em conceitos, declarações recentes e avaliações sobre o “novo aliado”.

O interesse se sobrepõe, o que foi dito ontem não vale para hoje, as pessoas se submetem de forma vexatória e o pior: acham que o eleitorado não passa de um bando de otários que se engana conforme conveniência partidária.

Justifica-se a “desmoralização da classe política” e nem o que já esteve no papel possui qualquer validade.

Provas? Vejamos:

Em 15 de fevereiro de 2016, o Jornal O Correio do Povo, estampou:

EstampadoA Presidente da sigla, Marcia Alberton, fez questão de dizer com todas as letras:

“O vereador tem perfil político incompatível com o PSDB e não atende às características que os jaraguaenses merecem”.

A pergunta – entre tantas – é:

– O que a fez mudar de ideia em seis meses?

Por favor, a conversa de “interesse da sociedade” não cola – nem com esforço hercúleo.

A outra pergunta:

– Como é que o Partido envia uma “Carta à Imprensa” – onde diz cobras e lagartos do então vereador Jair Pedri (que era filiado à sigla) – e muda de opinião meses depois?

Resultado? Um racha amazônico e críticas contundentes com a condução dos destinos do Partido.

É a tal política imediatista, sem projeto de médio e longo prazo! Visam apenas o que está mais próximo.

Alguns trechos da tal “Carta à Imprensa”:

“O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) de Jaraguá do Sul comunica que em virtude da incompatibilidade com os princípios ideológicos e éticos do partido, e antecipando o início da janela partidária, libera o vereador Jair Pedri para a desfiliação, para que este possa seguir em nova legenda que esteja de acordo com o seu posicionamento político e princípios éticos”.

“O recebemos de braços abertos”, afirma Marcia, lembrando que logo ao ingressar no PSDB, Jair Pedri assumiu um cargo de gerente na Secretaria de Desenvolvimento Regional (SDR Jaraguá do Sul), cargo este, que fez o nome do vereador alavancar, contribuindo para sua eleição. “Por isso, a executiva e conselho de ética, acordou pela liberação do vereador, antes de 18 de fevereiro, data que marca início da janela partidária, já que não há interesse em mantê-lo no partido, pois entendemos que o perfil do vereador não atende aos princípios de uma boa política, desacordando com a linha do PSDB”.

“Mas as atitudes de incoerência com o partido vem desde quando o nobre vereador, Jair Pedri, filiou-se ao partido, ou seja, há duas gestões anteriores. Somam-se a isto, as atitudes do nobre vereador que, desde o início de 2015 atua politicamente com outro partido, demonstrando que o seu perfil político é incompatível com o perfil que o PSDB deseja de seus filiados e nem o perfil de político que os jaraguaenses merecem”.

“O vereador Jair conquistou a cadeira porque nossa sigla o elegeu com mais de 5 mil votos, incluindo os votos dos suplentes. E a lei é clara, um vereador se elege por causa de uma sigla, nenhum vereador eleito faz voto sozinho. Assim cadeira que hoje ocupa, nunca foi somente do nobre vereador, mas de nosso partido”, diz. Marcia encerra, declarando que, “Não existe democracia se não existir partido forte. Porém, a crise política não é fruto da existência da instituição (sigla), mas sim o indivíduo que participa dela. ”

Cada um avalie como quiser!!

8

ESCOLHIDOS

ColigaçõesPolíticasBrasilPartidos-PolíticosEleições-Municipais-2016Blog-do-MesquitaPelo visto e acontecido, os vices estão surgindo, as cartas estão sendo dadas e os nomes serão conhecidos nas próximas horas.

Alguns já são:

Ivo Konell + Junqueira Junior – PSB+PSDC

Antídio Lunelli + Udo Wagner – estou antecipando em algumas horas – PMDB + PP

Luiz Ortiz + Mario Viana – ambos do PT

Jair Pedri + indicado do PSDB (convenção em andamento) – PSD+PSDB.

Também serão decididas  as coligações para os cargos proporcionais (Câmara de Vereadores)

O cenário está posto e quem viver, verá!

 

3

SÍNDROME DO VICE

inimigosFaltando dois meses para o pleito de 2016, a “Síndrome do Vice” atingiu todos os partidos políticos – chamados de grandes – em Jaraguá do Sul.

Há dois fatos notados:

1 – Falta de lideranças na condução do processo

2 – Falta de nomes por conta do caciquismo presente e reinante

Ao longo do tempo, os partidos políticos se contentam com a mediocridade. Escolhem o “menos ruim”para o momento e não fazem política de médio e longo prazo.

Resultado? Na hora em que precisam “oferecer” um nome como liderança nata do partido, o caso vira uma esbórnia porque o nivelamento se fez por baixo, ou seja, todos no mesmo patamar. Ninguém se sobressaiu, todos são iguais e deflagram o processo interno de disputa.

Consequência? Racha ou formação de alas!

Há também os casos de “caciquismo”: o sujeito se adona da sigla e na base do ‘daqui não saio, daqui ninguém me tira”, impede o surgimento de novos líderes.

Daí o cenário se repete: a velharia de sempre pregando que agora as atitudes são “novas”.

Claro que não é verdade!! O comportamento será o mesmo – já conhecido – e o risco de agregar conhecimento às pilantragens (porque aprenderam de experiências anteriores) são imensos, latentes e reais.

Soca de arroz produz como a primeira colheita? Só os incautos acreditam nisso!!

Por tal comportamento partidário, a Síndrome do Vice está presente e andam aplicando aquela velha máxima: já que não tem – vai tu mesmo!!

É preciso mudanças na política e nos políticos!!