Passar para o conteúdo


NO MINISTÉRIO PÚBLICO

Estive no Ministério Público na tarde de hoje!

- Calma! Nada de denúncias!!

Fui dar continuidade ao apanhado de materiais sobre “crianças e adolescentes em atos infracionais”. Ainda faltam entrevistas, dados, pesquisas, leituras. Todo conteúdo – depois de preparado e editado – será objeto de uma série que vou apresentar no Studio Atualidades – aqui, ó: www.studiofm.com.br

Durante 1 hora – talvez, mais – conversei, perguntei e entrevistei o Promotor de Justiça Rafael Meira Luz (foto). Sempre muito solícito e sem receios em colocar o dedo na ferida, apontar a fonte dos problemas, a verdade nua e crua.

Trata-se de material que poderá se transformar em vídeo (que penso em roteirizar) com pequena duração e que poderá servir de base para palestras, discussões em grupo, debates construtivos.

O fundamento da discussão, é o seguinte:

“Elo rompido – do nascimento ao ato infracional”.

Na relação de entrevistados estão: delegados de polícia, psicóloga, pessoal do Conselho Tutelar e Promotor de Justiça.

Ainda faltam: pessoal da Assistência Social da Prefeitura de Jaraguá do Sul, famílias, adolescentes, Juíza responsável na Comarca de Jaraguá do Sul e pessoas sem envolvimento direto com os casos.

O problema está presente em cada esquina e a sociedade insiste em não enxergar.

Durante a entrevista, o Promotor Rafael M.Luz disse:

- Os pais de hoje em dia não sabem educar os filhos!

Espero agilizar a conclusão do material e apresentá-lo em breve.

Postado em Blog.


FALHA NOSSA

Fui na sessão solene da Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul na noite de ontem.

Nunca se viu tanta autoridade por metro quadrado num único lugar: Desembargadores, Juízes, Promotores de Justiça, Procuradores, homenageados, parentes, representantes e etecétera.

Pensei:

- Vou rever muita gente e entrevistar alguns selecionados – porque apesar de tantas autoridades, o assunto é o mesmo!

Mentalizei as pessoas:

- Desembargador Ricardo Roesler – que foi juiz em Jaraguá do Sul – e há mais de duas décadas já entendia a parceria com a imprensa. Bingo! Entrevista feita!

- Presidente da Subseção da OAB  Romeo Piazera Junior – falando pelos advogados e tal. Pimba! Entrevista feita!

- Promotor de Justiça Aristeu Xenofontes Lenzi – o decano do MP em Jaraguá do Sul, com mais tempo de serviços e tal. Entrevista feita.

- Ex-juiz Irineu Bianchi – que também atuou pelos lados de cá – tido e havido como de “uma caneta pesadíssima” à época. Por coincidência – e boa – meu amigo há mais de 20 anos, membro do Café Pensante e “vários outros etecéteras”.

Esquadrinhei o ambiente! Nada!

Fui até a sacada e olhei quem chegava. Nada!

No início da sessão me posicionei na frente e percorri cada fileira de cadeiras. Nadica!

Pensei:

- Vai entrar com rufar dos tambores…

Soube hoje que – apesar de ser um dos homenageados – o ex-juiz não foi convidado!!

- Me tirem o tubo!!

Postado em Blog.


TEMPORADA DE APOSTAS

Há dias que quero falar sobre isso, mas um feriado numa sexta-feira – quando todo mundo desaparece na quinta – é de lascar para quem lida com informação e possui uma obrigação diária – com hora marcada e tal.

Vamos por partes!

Primeiro: acho que todo mundo carrega o direito indiscutível de ser candidato num pleito eleitoral.

Também acho que todos devemos participar da política, discussões, decisões, afinal de contas, tudo em nossa vida gira em torno disso – querendo ou não admitir.

Porém, os “nobres pretendentes” à Assembleia Legislativa de Santa Catarina precisam pisar mais em terra firme e dar um tempo nos sonhos, nas ilusões.

A primeira pergunta que devem fazer (e a si próprios) é a seguinte:

- Quantos votos preciso para me eleger?

Depois, as outras perguntas e que completa a segunda parte:

- Quantos votos vou fazer (sem mentiras, sem pirotecnia) na minha base eleitoral?

- Quantos votos consigo fazer fora da minha base?

- Qual estrutura preciso disponibilizar para buscar os sufrágios?

- Qual será o apoio logístico e financeiro que vou receber do meu partido?

- Quem serão meus apoiadores financeiros de campanha?

- Tenho chances reais de ser eleito ou estão me usando como boi de piranha?

Sem tais respostas, o melhor caminho é ficar em casa!

Só dinheiro não ganha eleição, mas sem o vil metal, as suas chances de sucesso são remotíssimas.

Amadorismo não encontra eco numa campanha! Quem acha que entende tudo e não precisa de ninguém – de antemão – já traçou o caminho!

O que estamos vendo? Candidaturas demais para eleitores de menos!

Sei de algumas pessoas que estão fazendo os tradicionais bolões de apostas e com o seguinte desafio:

- Qual a votação dos postulantes?

Caso não haja acertador, o número mais próximo leva a bolada.

Postado em Blog.


READEQUAÇÃO NO LEGISLATIVO

A Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul deverá terminar em 90 dias – previsão inicial – o projeto que prevê uma reforma administrativa no Legislativo.

A recomendação é do Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina e não é de agora.

Segundo o TCE/SC, o Poder Legislativo de Jaraguá do Sul deve aplicar o princípio da proporcionalidade entre cargos efetivos e comissionados. Hoje a discrepância é gritante: quase o triplo de comissionados em relação aos efetivos.

Deverá permanecer a livre nomeação dos assessores de gabinete, os chamados assessores parlamentares e por questões óbvias.

- Ou alguém vai querer um assessor filiado em outro partido na sua retaguarda?

Há que se imaginar ainda: a reforma administrativa será gradativa e as adequações determinadas pelo Tribunal de Contas do Estado de Santa Catarina deverá acontecer aos poucos.

Postado em Adm. Pública.


PROBLEMAS

O ex-presidente da Fundação Municipal de Esportes Jean Carlo Leutprechet – PCdoB – está com um pequeno probleminha junto ao Tribunal Regional Eleitoral.

Como podem perceber, o caso ainda está pendente de julgamento. Também não consegui ver “o motivo”.

É possível (veja bem, é possível) que tenha sido aquele ato nomeativo de si próprio e assinado por ele mesmo.

A decisão não é definitiva e nos próximos dias deveremos ter a decisão.

Lembrando: a Justiça Eleitoral precede sobre os demais atos e a sentença terá celeridade.

Postado em Política.


DESCONFIANÇAS

Estive acompanhando sessão do Legislativo no início da noite de hoje: extraordinária!

Quero lembrar que citei: foi uma diarreia verbal quem criticou o recesso legislativo. Mas sobre isso falamos noutra hora.

Nada de excepcional na sessão de hoje: transferência de recursos daqui, outros de lá. Decisãozinha administrativo “interna corporis” do Legislativo e aquele pedido de informações do Grupo de Trabalho sobre enchentes.

- Não é que houve mais um pedido de vistas?

O autor foi o líder de governo Pedro Garcia (PMDB).

Que bobagem! Se está tudo certo, o que precisam adiar?

Ou há alguma coisa errada?

Já escrevi em outra oportunidade: o pedido não precisava passar pelo crivo do plenário. Poderiam fazer via gabinete.

Mas eles gostam de desgaste!

Já começo a desconfiar!

E sobre a falta do que votar, o foco não é o Legislativo.

A produção anda em baixa na atual administração.

Postado em Blog.


DESERTAS OU FRACASSADAS

Tenho acompanhado algumas licitações sobre o transporte coletivo urbano em algumas cidades Brasil afora.

Ainda ontem comentava sobre o assunto! Em São Paulo (capital), Osasco (na grande São Paulo), Guaianazes – se não me falha a memória (também na grande São Paulo) e em Porto Alegre, os certames resultaram “desertos”.

E o que é uma licitação deserta? Quando não aparecem interessados.

Em 2015, o município de Jaraguá do Sul terá que lançar uma licitação sobre o tema. A concessão do transporte coletivo vencerá em 2016.

Atualmente, o sistema possui pouco mais de 20 linhas (parece-me que são 23 ou 24) e a teia ultrapassa 100 itinerários.

A empresa que explora a concessão alega que os valores são deficitários. Já os usuários (aproximadamente 26 mil por mês) acham o valor excessivo.

Boa parte dos passageiros transportados são colaboradores de empresas diversas e nos mais diferentes setores de atividade. Não dá para separar o transporte direcionado (quase um fretamento) – do transporte comum de passageiros. A explicação é simples: fretamento não contempla vale transporte! O trabalhador acabaria prejudicado.

Consultado se aceitava o convite para ser “observador” dos trâmites e preparativos de uma nova licitação – respondi que sim. Isso já poderia estar em andamento se as vaidades não imperassem e se o Grupo de Trabalho sobre Transporte Coletivo que foi criado na Câmara de Vereadores – minimamente – tivesse sido atendido nas solicitações.

Sugeri que o município seja dividido em regiões e que se faça audiências públicas preliminares. Por exemplo: num mesmo encontro juntar os bairros próximos: Barra do Rio Cerro, Jaraguá 84, Jaraguá 99, Rio da Luz e adjacentes. Em cada encontro definir o representante ou representantes da região.

Todo processo terminaria numa grande audiência pública e com pontos já definidos.

O processo não será fácil! O transporte coletivo de Jaraguá do Sul – para economizar na tinta – é um emaranhado de decisões conforme interesses.

Segundo consta, o município pretende estabelecer novos critérios, refazer o modelo da estaca zero.

Poderemos ter um segundo registro: uma licitação fracassada.

E o que é uma licitação fracassada? Quando aparecem interessados, mas nenhum é selecionado, em decorrência da inabilitação ou de desclassificação das propostas.

Postado em Blog.


DEFINIDO O CALENDÁRIO

A Prefeitura de Jaraguá do Sul e a Caixa Econômica Federal (CEF) definiram nesta semana o calendário de atendimento presencial, das pessoas atingidas com as cheias que ocorreram na cidade nos dias 07, 08 e 09 de junho.

Estes atendimentos vão acontecer entre os dias quatro e 29 de agosto, das 8 as 19 horas, no Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV), localizado na Rua Francisco Fischer, 60 – Centro, Jaraguá do Sul – SC.

O critério para que haja organização e agilização da liberação do FGTS é o atendimentos por mês de nascimento. Cada dia, entre os definidos (de 04 a 29/08), terá o mês correto para receber o fundo. Para estes dias de mutirão, também haverá atendimento para casos extraordinários, bem como para aqueles que foram atingidos e não constam na listagem divulgada.

Calendário de atendimento:

4, 5, 6/ e 7/08/2014 – Nascidos em Janeiro e Fevereiro (Segunda, terça, quarta e quinta-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Janeiro e Fevereiro

Horário: 8 horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

R. Francisco Fischer, 60 – Centro, Jaraguá do Sul – SC, 89252-070

8, 11 e 12/08/2014 – Nascidos em Março e Abril (sexta-feira, segunda e terça-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Março e Abril

Horário: 8horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

13, 14 e 15/08/2014 – Nascidos em Maio e Junho (quarta, quinta e sexta-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Maio e Junho

Horário: 8 horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

18, 19 e 20/08/2014 – Nascidos em Julho e Agosto (segunda, terça e quarta-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Julho e Agosto

Horário: 8 horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

21, 22 e 25/08/2014 – Nascidos em Setembro e Outubro (quinta, sexta e segunda-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Setembro e Outubro

Horário: 8 horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

26, 27, 28 e 29/08/2014 – Nascidos em Novembro e Dezembro (terça, quarta, quinta e sexta-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos nos meses de Novembro e Dezembro

Horário: 8 horas às 20 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

29/08/2014 (sexta-feira)

Trabalhadores atingidos, nascidos em qualquer mês, e que perderam as datas anteriores de pagamento

Horário: 8 horas às 19 horas, de segunda à sexta-feira

Central de Atendimento: Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação, Tecelagem e Artefatos de Couro de Jaraguá do Sul e Região (STIV)

Documentação necessária (originais e cópias):

- Carteira de Identidade (também são aceitos carteira de habilitação, carteira do conselho profissional, passaporte e novo modelo da Carteira do Trabalho);

- Comprovante de Residência emitido no período de 08/02/2014 a 08/06/2014;

- Contrato de Locação, se for o caso;

- Carteira de Trabalho (cópias das páginas da foto, de qualificação/identificação e dos contratos de trabalho) ou CNIS (a ser retirada no INSS) ou CAGED (a ser retirada no Ministério do Trabalho);

- Cartão do Cidadão (opcional);

Caso o trabalhador tenha conta na CAIXA, deve levar também o cartão, ou o número da conta, para facilitar o crédito.

Por Ricardo Portelinha – Diretoria de Comunicação – Prefeitura de Jaraguá do Sul

Postado em Adm. Pública.


PARA PENSAR

Estava lendo um trecho do livro “As 48 Leis do Poder” – do qual gosto muito e sempre faço consultas, releio – é quase um livro de cabeceira.

Lá pelas tantas me deparo com a seguinte frase:

“Evite seguir as pegadas de um grande homem”.

Logo em seguida vem a explicação:

O que acontece primeiro sempre parece melhor e mais original do que o que vem depois. Se você substituir um grande homem, terá feito o dobro do que ele fez para brilhar mais do que ele.

E isso pode ser aplicado em qualquer situação. Se você não acredita, imagine algumas situações:

Se for numa relação amorosa, as comparações serão inevitáveis:

- Está fazendo as mesmas coisas que fulano de tal.

Caso você copie alguém no seu trabalho, é muito provável que digam:

- Faz igualzinho ao beltrano.

Caso siga os mesmos passos de um grande nome na política, certamente irão dizer:

- Vejam só: tal e qual cicrano!

Seja o primeiro e exponha o seu próprio brilho! Tal comportamento ajuda a conquistar o seu espaço no elenco dos grandes.

Quem faz as mesmas coisas, imita e sempre será alvo de comparativos!

Querem um exemplo? Se eu falar que o jogador Tulio Maravilha fez mil gols, qual será a sua primeira lembrança?

- Ah! Mas isso o Pelé fez primeiro.

Portanto, cuidado para não pisar nas pegadas de um grande homem – você terá que fazer o dobro do que ele fez para superá-lo. Quem segue os outros é considerado um imitador. Por mais que se esforce, nunca se livrará dessa carga.

Não fique preso à sombra de ninguém e nem preso a um passado que não foi obra sua. Estabeleça o seu próprio nome e identidade

É raro encontrar um novo caminho para a excelência, uma rota moderna para a fama. São muitos os caminhos da singularidade e nem todos bem percorridos. Os mais recentes podem ser árduos, mas são quase sempre atalhos para a grandeza.

Boa semana!!

Postado em Blog.


ALERTA

Quero alertar aos comentantes sobre as restrições impostas pela Lei Eleitoral.

Não quero que alguém pague multa e também não pretendo pagar. Assim sendo, os comentários não podem conter críticas ou elogios à candidatos no pleito de 2014 – em todas as instâncias.

Evidentemente que: ações de governo são passíveis de críticas e os apontamentos são permitidos. As citações devem abordar ou indicar “o Governo Federal ou Governo Estadual” e nada mais.

Não sou o autor dos impeditivos e vamos respeitar a Lei. Se a coisa não acontece da mesma forma Brasil afora, o problema não é meu, mas aqui somos cumpridores e respeitadores dos ditames legais.

As convicções filosóficas-partidárias, as defesas  de candidaturas e correlatos – são escolhas pessoais e se alguém pretende publicizar a decisão – que o faça nos seus respectivos perfis em redes sociais.

Em 5 anos de site/blog – registramos algumas tentativas de processos – e todas foram inexitosas.

A resposta é simples: não desrespeitamos a Lei.

E vamos continuar assim!

Postado em Blog.