1

HONESTO? BEM FEITO!

Faz dias que quero falar sobre isso e acabo me esquecendo. Também não vai mudar em nada,mas saber não ocupa lugar: 

Desde o dia 1/1/2010 instituiu-se no Brasilzão de meu Deus, o auxílio reclusão. Todo presidiário com filhos tem direito a uma bolsa no valor de R$ 810,18 por filho dependente, desde que o condenado esteja em regime fechado ou semi-aberto. Não meus amigos, isso não é brincadeira.  Está lá na Portaria nº 333 do INSS, de 29/6/2010, com efeito retroativo. Tem mais:

O auxílio reclusão deixará de ser pago, dentre outros motivos:

– com a morte do segurado e, nesse caso, o auxílio-reclusão será convertido em pensão por morte;

– em caso de fuga, liberdade condicional, transferência para prisão albergue ou cumprimento da pena em regime aberto;

– se o segurado passar a receber aposentadoria ou auxílio-doença (os dependentes e o segurado poderão optar pelo benefício mais vantajoso, mediante declaração escrita de ambas as partes);

– ao dependente que perder a qualidade (ex.: filho ou irmão que se emancipar ou completar 21 anos de idade, salvo se inválido; cessação da invalidez, no caso de dependente inválido, etc);

– com o fim da invalidez ou morte do dependente.

Caso o segurado recluso exerça atividade remunerada como contribuinte individual ou facultativo, tal fato não impedirá o recebimento de auxílio-reclusão por seus dependentes.

Está duvidando?

Então acesse: http://www.previdenciasocial.gov.br/conteudoDinamico.php?id=22

Sergio Peron

Um comentário

  1. Tem professora ganhando menos do que isso.
    Nisto que se tornou o Brasil. Um País paternalista. É essa massa que mais os dependentes do bolsa familia, bolsa sei la do que que vão manter este governo no poder.
    Uma vergonha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *