6

CONVERSEI…

…com um grande empresário no final da manhã de hoje.

Durante 1 h e 30 min (é o tempo de uma boa conversa) falamos sobre alguns acontecimentos (vários) de Jaraguá do Sul, notadamente, política.

– Claro que citei algumas ações (ou a falta delas) prefeito Dieter Paraguaçu, digo Janssen!

Também do ilustre empresário – e achei “ótemo” – ouvi que algumas pessoas comentam que não gostam de mim, que sou isso e mais aquilo!! Ao que respondi:

– Aposto que se disser os nomes dos desgostosos e faladores, sei do rabo preso de cada um deles…

Mas o foco da conversa não era a minha pessoa e sim, fatos relvantes e que interessam à toda comunidade, a espetaculosidade reinante e os caminhos que devem ser trilhados. Isso se pretendem não deixar “a coisa descambar de vez”.

Por sorte e oportunamente, andei relendo bons trechos de “O Príncipe” de Maquiavel e “A Arte da Guerra” de Sun Tzu.

O primeiro – que me dou ao luxo de ler numa versão em italiano, cita:

“Della crudeltà e pietà e s’elli è meglio essere amato che temuto, o più tosto temuto che amato” (Da crueldade e da piedade. É melhor ser amado que temido ou mais temido que amado?).

E o mesmo Maquiavel responde: “Todo Príncipe deveria desejar a reputação de ser piedoso e não cruel, mas ao mesmo tempo deve ser cuidadoso para não abusar da misericórdia”.

Sun Tzu, recomenda:

“O inimigo deve desconhecer onde pretendo dar-lhe batalha, porque, não sabendo, terá que se preparar em muitos pontos diferentes, resultando que aquele que eu atacar disporá sempre de poucos para defendê-lo. Caso se prepare na vanguarda, desguarnece a retaguarda. Se o faz  na ala direita, enfraquece a esquerda. Se o executar na direita, poucos restarão na esquerda. Finalmente, caso se prepare  em todos os lados, em todos os lados ficará fraco.

A reunião foi bastante proveitosa e deveremos ter novos encontros para novos assuntos.

O que pretendi repassar – do que aprendi ao longo dos anos vividos, notadamente no dia a dia – é que: viver é uma guerra constante! As batalhas podem ser mais ou menos violentas. Ainda assim, o general que não traçar estratégias, certamente será derrotado.

“Quem de poucos dispuser tem que se preparar contra o inimigo; quem muitos tiver fará com que o inimigo se prepare contra ele” – Sun Tzu.

Sergio Peron

6 Comentários

  1. interessantíssimas as citações de Maquiavel e Sun Tzu….vem bem a calhar

  2. Maquiavel, para quem não conhece ainda, basta uma boa pesquisa e leitura. Já o empresário que se encontrou com o Peron… não há leitura que mostre quem foi, a não ser que tenha sido…. quem sabe um GRANDE PATROCINADOR DO BLOG, Peron?!

  3. THE ZORDEM!
    Se houvesse um GRANDE PATROCINADOR já teria esquecido a ideia de encerrar as atividades.
    Como isso não existe, ela persiste!

  4. Peron, me expressei mal. Quis me referir a um FUTURO ou POSSÍVEL patrocinador do blog, não um que já estivesse patrocinando.

    Pai de aluno chupacakoneles, não só contribuo mensalmente como fui um dos incentivadores em outubro ou novembro de 2011 para a caixinha AMIGOS DO BLOG. Espero que você também seja. Grande abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *