6

A MISÉRIA DA POLÍTICA

O senhor Dieter talvez consiga entrar para a história como o pior prefeito desta cidade. Liderança popular e carismática(rs…), consolidou-se na câmara de vereadores sem fazer nenhum enfrentamento com a classe dominante, posando de bom moço acobertado pela imprensa local, Dieter teve uma ascensão meteórica nas eleições passadas e hoje amarga o começo do fim de um ciclo de uma forma melancólica e delirante. Vem caindo fulminantemente pela arma que até então havia sido fundamental para o crescimento de sua carreira vitoriosa: a incapacidade de governar, balizado por uma aliança extremamente pragmática interessada somente em cargos e visualizando as eleições de 2014 – o que é um erro gravíssimo para quem dirige um espaço essencialmente coletivo, como o poder executivo de Jaraguá do Sul e, diga-se de passagem , dirigem para ele, pois na assembléia de ontem (15.10.2013), mais uma vez, não soube explicar nada de nada, dando a sensação de que não é prefeito, está prefeito.

Quando era vereador, passava pelas rádios e jornais com sua fala mansa, acumulando uma imagem de político tranqüilo e equilibrado, dando a sensação de que seria diferente dos outros que aqui estiveram até então. Agora, a solidão do poder é a fonte de onde emanam erros atrás de erros que fazem sua base social esvair-se como areia pelas mãos, ou na maioria deles fingem que nada disso esteja acontecendo.

A parte que cabe ao delírio é ouvir seus porta-vozes nas rádios e jornais (oficiais – rs…) falarem de projetos e obras mirabolantes, que estariam em execução e que tornariam esta cidade entre as melhores deste país para se viver. Os tais projetos, não transpõem o muro da ficção para a vida real, apenas conseguiram até agora tentar reconstruir a carreira falida de alguns políticos que as urnas haviam enterrado nas últimas eleições, retiraram direitos dos trabalhadores menos abastados, como a insalubridade e concederam, juntamente com a Câmara de Vereadores (apêndice da casa grande) aumento de 30% para os médicos que trabalham no serviço público.

De resto, o que todos nós esperávamos não aconteceu e mais, parece que continua em campanha eleitoral, mesmo depois de quase 10 meses de administração.

Mas vamos lá. Os próximos anos serão fundamentais. Esta terra não pode mais ser vítima do discurso fácil e sem conteúdo. Precisamos debater Livremente, buscar alternativas para as crises que assolam nosso município, a fim de retomar o debate das obras que realmente são necessárias, como transporte coletivo de qualidade, mobilidade social e saúde pública, só para exemplificar, problemas estes vitimados nos últimos anos por sucessivos desgovernos. É necessário um grande debate de idéias, para que o povo faça uma escolha a partir de propostas claras e exeqüíveis. E isso somente será possível se a mídia local e os partidos políticos proporcionarem o maior volume de debates necessários para que os projetos – ou as suas caricaturas – se confrontem.

Não temos mais tempo a perder, chega de incompetência e falta de traquejo político, e viva o povo Jaraguaense!

Por Luiz Henrique Ortiz Ortiz – Advogado Trabalhista

Sergio Peron

6 Comentários

  1. Faz o seguinte Ortiz se candidate na próxima eleição e comece a trabalhar desde já pela comunidade já que escreve bem, talvez num palenque vc vire artista com o microfone na mão.

  2. Saco Cheiro de Tudo says .
    Voce deve ser o que vem mamando com cargo publico e enchendo o saco ou melho enchendo o bolso sem fazer nada.
    Com certeza, Caso o Ortiz seja candidato terá todo o apoio dos funcionários e te garanto que aumenos não vai mentir e ficar atrelado a uma prefeirta de fato. esse é ficha limpa. Ortiz terás nosso apoio…

  3. SUGIRO AO DITER E JAIME EXODINI E CIA LTDA. PROVIDENCIAR UM CONCURSO PUBLICO PARA CURANDEIRO PORQUE OS MÉDICOS DERAM DE PIRULITO.
    JA FALARAM AQUI NESSE BLOG QUE PODE DAR O AUMENTO QUE QUISEREM QUE OS MÉDICOS VAO DAR AS CARTAS COMO ELES QUEREM]
    ENTÃO QUE VENHA O CONCURSO PARA CURANDEIRO.

  4. Pedro, já que você falou em curandeirismo, talvez seja o caso de colocar um daqueles “pachtore$” daquela seita lá que “abençoou” o prefeito e o vice no início do ano – como secretário de saúde!
    E como a Arca de Noé está sendo subserviente mesmo, talvez o próprio Zé Buscapé – comandante em chefe da Arca, possa complementar a pajelança com seu terreiro de umbanda. Se não der certo, ainda pode recorrer aos remédios parags….kkkkkkkkkkk

    – Em tempo: – ótimo texto, caro Ortiz.

  5. Nem curandeiros, benzimento s e muito menos banhos de ervas.Salvara esta administração decadente.

  6. CURANDEIRO LIGUE JÁ!!! 0800 MEIA MOLE MEIA DURA
    Sou a saída para prefeitos bananas que andam perdidos, desorientados destrambelhados e sem saber o que fazer. Também atendo postos de saúde.
    Utilizo métodos rudimentares e baratos com poucos gastos para o município (galhos de arruda, espada de são jorge, gato e galinha preta se a ajapra permitir e charutos dos mais vagabundos para não sair do orçamento! Em lugar de champanhe pode ser a velha sidra).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *