Sergio Peron

15 Comentários

  1. Acho que a pizza já está no forno, enquanto os de pouca inteligência acha que ainda vou botar a Dilma e o Lula na cadeia, acho melhor se conformar com mais 3 anos com a Petralhas no poder.

  2. Que o povo não se deixe enganar pelos desertores, e que não votem em NINGUÉM QUE TENHA SIDO ENGAJADO A ESSE GRUPO DE VAGABUNDOS, E MUITO MENOS NOS QUE PERMANECEM! CAMPANHA NACIONAL: PE NA BUNDA DOS PETRALHAS E DOS EX-PETRALHAS OPORTUNISTAS! SE ALGUEM ERA HONESTO NESSA CORJA, TINHA QUE TER SAÍDO JA NO MENSALÃO!

  3. Então!
    “”
    OS SALÁRIOS NO SETOR PÚBLICO

    O Brasil (Jaraguá do Sul) ficou mais pobre e, até o momento, praticamente só os trabalhadores privados vêm pagando pela crise

    No dia 9 de outubro, o economista Roberto Luis Troster, consultor e ex-professor da Universidade de São Paulo, publicou artigo na Folha de S.Paulo sob o título “Uma proposta para a solvência do Estado”, no qual aborda uma importante questão. Ele parte do desequilíbrio nas contas do setor público previsto para 2016 para sugerir que o sacrifício destinado a reduzir o déficit no orçamento federal seja partilhado entre os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos. Embora as análises e as propostas formuladas pelo autor sejam direcionadas ao governo federal, elas se aplicam integralmente aos governos municipais e estaduais, que também estão com as contas estouradas.

    Os déficits para 2016 nas três esferas da federação resultam de vários fatores: estagnação econômica, queda no Produto Interno Bruto (PIB), redução na arrecadação tributária, aumento dos gastos públicos e a eterna incapacidade do governo para cortar despesas da máquina estatal. A situação é tão grave que a presidente Dilma enviou proposta orçamentária ao Congresso Nacional com previsão de déficit primário (receitas menos gastos com pessoal, custeio e investimento, antes do pagamento de juros da dívida) de R$ 30,5 bilhões. Esse déficit é gravíssimo pelo fato de a dívida pública ser muito elevada, já beirando os 65% do PIB, e o governo deve pagar ao menos uma parte dos juros devidos no ano, sem o que o endividamento explode e a crise fica incontrolável.

    A essência da proposta é que os funcionários públicos, não submetidos ao risco de desemprego, também entrem com sua cota de sacrifício

    Incompetência transparente (editorial de 2 de setembro de 2015)

    Quem paga pelo ajuste é o povo (editorial de 16 de setembro de 2015)

    Como regra, a proposta orçamentária não deve ser enviada ao Congresso com déficit primário, pois o orçamento não pode ser aprovado dessa forma. Apesar de queda do PIB, inflação em alta, aumento do desemprego, redução da renda dos trabalhadores e com vários tributos já aumentados nos municípios, nos estados e na União, o governo não tem disposição para reduzir gastos. O que a presidente Dilma quer mesmo é recriar a CPMF e elevar outros tributos, ou seja, o governo quer jogar o peso da conta sobre o setor produtivo e sobre os trabalhadores privados.

    Troster lembra que os trabalhadores privados já estão pagando pela crise com aumento do desemprego e redução de salários no caso das empresas que aderiram ao Programa de Proteção ao Emprego (PPE). O PPE é um instrumento legal que permite às empresas reduzirem a jornada de trabalho dos empregados com corte de até 30% dos salários. Metade dessa redução – portanto, 15% – é coberta com recursos do Fundo de Amparo ao Trabalhador, resultando em redução final de 15% na renda recebida pelo empregado. A essência da proposta do autor do artigo é que os funcionários públicos, não submetidos ao risco de desemprego, também entrem com sua cota de sacrifício para diminuir o déficit de seu patrão, o governo.

    Se parte dos trabalhadores privados já perdeu ou vai perder seu emprego e outra parte verá seus salários reduzidos, seria lícito pedir aos servidores públicos que, beneficiados com estabilidade no emprego e aposentadoria com o mesmo salário da ativa, participem no combate ao déficit? Troster propõe que em 2016 os servidores públicos dos três poderes com salário acima de R$ 2.364 fiquem sem reajuste salarial. A economia de gastos, considerando inflação de 10%, seria maior que o déficit primário do governo federal. Os servidores com salário de até R$ 2.364 receberiam o reajuste normal. Como o salário do funcionalismo é na média 85% superior ao de empregados do setor privado, argumenta-se que o sacrifício seria menos pesado para eles, pois são os que têm mais para oferecer.

    Compreensivelmente, os funcionários do governo protestariam contra qualquer proposta desse tipo; da mesma forma, os vereadores, os deputados e os senadores não têm disposição para dar sua cota de sacrifício. Pelo contrário, vários reajustes em câmaras e assembleias vêm sendo aprovados ou propostos, e a classe política seguirá tentando jogar mais carga sobre as costas da população, como bem demonstram as elevações de tributos já feitas e as propostas de novos aumentos.
    Se o país diminuiu o tamanho de sua economia – o PIB de 2014 foi igual ao de 2013 e o PIB de 2015 será entre 2,5% e 3% menor que o de 2014 –, e se o governo entrou em colapso financeiro pela incompetência dos gestores públicos, no mínimo o sacrifício tem de ser melhor repartido. O Brasil ficou mais pobre e, até o momento, praticamente só os trabalhadores privados vêm pagando pela crise. A proposta de Troster pode até mesmo não ser viável, ou não ser a melhor, mas tem o mérito de iniciar o debate e mostrar que os salários no setor público não são uma questão intocável; a discussão a seu respeito é legítima.
    “”
    2015 – Acabou administrativamente.

    2016 – Ápice da crise. Jan-fev-mar arrecadação baixíssima, necessidades de mais cortes em mai-jun mais cortes, ainda tem “gordura para queimar”. Desespero transloucado por cargo comissionado, principalmente pelos recém exonerados – “Muitos serão chamados, mas poucos escollhidos”. Nº de candodatos exorbitantes a vereador e a prefeito, objetivando sobrevivência financeira que os cargos eletivos propiciam. Comércio estagando. Demissão em alta. Bolha imobiliária jaraguense em evidência. Como marco da piora do quadro econômico, tomo a passagem da “Tocha Olímpica” pela região, hum! bem …. Cuidado para não se queimar – “NÃO FAÇAM DÍVIDAS, MANTENAHAM A VIDA REGRADA!”

    2017 – Início,embora muito incipiente da crise econômica, mas isso no 2º sem. Estudos para “congelamento” do triênio dos servidores. Seja ele quem for, o novo Alcaide do Paço, sem amargem de manobra financeira.

    2018 – O futuro a Deus pertence!

    Segue o féretro!

  4. O PT acabou, e isso aconteceu de “dentro” (incompetência, escândalos) e por “fora” (manipulação midiática, politicagem medíocre e suja da oposição). Muita coisa pode se refletir desses dois lados. Basta apenas reconhecer que existem esses dois lados.

  5. O PT “implodiu-se” entregando-se no fisiologismo e ao suruba partidário das coligações para alcançar o poder.
    A estrela apagou-se quando a cúpula do partido virou as costas para as bandeiras históricas que o partido com sua militância defendia nos anos 80/90.
    E caiu no limbo do “tudo farinha do mesmo saco” se igualando aos partidos conhecidamente fisiológicos/corruptos que tanto combatia quando era oposição. Por causa da “governabilidade” fechou os olhos e trouxe para suas fileiras políticos e partidos que num passado não muito distante tinha ojeriza e asco no espectro polítoco/ideológico. Quando se tornou “situação” o PT hoje está tendo mais atitudes de direita do que esquerda arroxando o trabalhador em contrapartida não havendo ações para se ter uma justa tributação e para equilibrar-se na corda bamba dos interesses que o apoia tolerou que velhas práticas clientelistas continuassem.
    E qual será o preço que irá pagar? Em 2016 saberemos, e somente voltando a base e a militância o partido conseguirá se reerguer e tornar-se novamente um partido de esquerda que “mude” o jeito de governar para todos.

  6. “E qual será o preço que irá pagar? Em 2016 saberemos, e somente voltando a base e a militância o partido conseguirá se reerguer e tornar-se novamente um partido de esquerda que “mude” o jeito de governar para todos….”

    PT? REERGUER-SE? KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  7. Não tem momento pior na Política do Brasil, ver o lula dizer em rede Nacional no Jornal Nacional que o partido e a PresidentA, mentiram na campanha do ano passado. que todos os brasileiros sabem disto e que tiveram que fazer desta forma. Assim está explicado porque que a PresidentA tem somente 8% de aprovação e estes teimosos, porque recebem benfeitorias deste mesmo Governo Corrupto, entre os milhares de cargos de confiança do brasil inteiro.
    Diante disto tudo, não pode ninguém se ofender quando são chamados de VAGABUUDOS, pois é o que são. incluindo quem votou neles, sabendo que não tinham a mínima condição de administrar o País de maneira transparente e séria. é revoltante tudo isso e agora muitos dos inscritos nesta quadrilha, estão pulando para fora do barco, como aliás mostra o desenho acima. Meu voto nenhum deles jamais terá, pois eu olho o passado dos candidatos e os membros que abraçaram essa Quadrilha, não merecem o voto em nenhum partido. Desta forma e só desta maneira é que poderemos construir um futuro melhor às pessoas e ao Brasil.
    A solução definitiva do Brasil não é aumentar IMPOSTOS, já pagamos demais e uma das mais altas cargas do mundo.
    O que fazer? Demitir todos os chupins em todos os cargos públicos com o nome cargos de confiança. isso desde o menos Município até à Presidência da República, passado pela Justiça, Executivo e Legislativo.
    Essa é a única solução. manda esse pessoal procurar emprego na iniciativa privada e/ou na privada. Não é possível termos que pagar essas mordomias por tanto tempo para tantos desocupados e que não constroem nada de positivo ao País. Tomando essa medida e muito drástica em todos os Setores, a Presidente pode até ser a Dilma. Em 30 dias ela recupera pelo menos 60% de aprovação. Querem apostar?
    Não existe ninguém mais critico deste governo do que eu, mas serei o primeiro a dar apoio e dizer que o Governo é bom, se enxugar no Brasil inteiro, pelo menos 350 mil cargos. Vamos tentar?

  8. O TSE, aceitou em investigar as falcatruas da campanha do AECIO, agora vau aparecer os 40.000.000,00 da Camargo que doou na campanha, será que também é legal, fruto do LAVA JATO, acho que vai ser LAVA TECO-TECO. Mentir aqui tem nome, DOR DE CO………

  9. Houve um racha na igreja pt-costal Lula e deus: dissidentes criaram a seita Propina. O Deus e o mesmo...

    João Primeiro: TEXTO ABSOLUTAMENTE IMPECÁVEL! Descreveu um TRATADO SOBRE PETISMO, PETRALHISMO E TODA ESSA VAGABUNDAGEM E OS FILHOS DA PUTA QUE AINDA OS APOIA , seja por pura BURRICE ainda, intere$$e$ inconfe$$aveis ou pelo infame PÃO DE MORTADELA! KKKKKKKKKKKKLK
    PARABÉNS!

  10. Houve um racha na igreja pt-costal Lula e deus: dissidentes criaram a seita Propina. O Deus e o mesmo...

    João Primeiro não, João PRIM. (Maldiro corretor automático! Kkkkkkkkkk)

  11. João, concordo em partes com o teu comentário. O testículo direito do Aécio, professor de Deus quando se fala em política, descreve essa prática comum da política brasileira como “petismo”, como se isso foi algo ATUAL. Engraçado, isso NUNCA existiu no Brasil, não acha? Infelizmente com essa renca de partidos, que possuem seu “eleitorado fiel”, fica negociando esses votos em troca de alianças, e por consequência uma boquinha ali, uma secretaria aqui. Uma prova disso a gente teve aqui em jaraguá, e vamos ver na próxima eleição municipal…na próxima à presidência…
    Concordo com você que esse é o problema a ser solucionado, e que um cara muito macho, ou uma mulher porreta que fizer isso, com certeza leva meu voto também. E vai fazer o Brasil ir para a frente. Agora, quando? Xiii…com a Dilma, não…e duvido que alguém assuma o lugar dela evitando essas práticas.
    Agora eu discordo com relação aos impostos. Realmente, pagamos impostos pra caramba. Mas como a corrupção está no cerne do brasileiro, pelo menos da sua maioria, o quanto se sonega no país? Em setembro saiu um relatório que a dívida ativa da união chegou a 1,5 trilhões de reais. Quem ganha até 2 salários mínimos paga 49% dos seus rendimentos em tributos, mas quem ganha acima de 30 salários paga 26%. Tem muita gente beneficiada, que consegue se safar das dívidas. Mas nós, reles mortais não temos o que fazer.

  12. Obrigado amigo de “Houve um racha na igreja…” Pelas palavras de aceitação pelo meu comentário. Obrigado.
    Da mesma forma, amigo “Nietzsche”, pelo seu comentário e complementando aquilo que eu havia escrito. É realmente uma vergonha o que acontece no Brasil. Agora vendo o JN, passou que em outro País, por muito pouco o Ministro renunciou e aqui nada faz um Corrupto mostrar que tem vergonha na cara e sair do cargo e pedir desculpas às pessoas.
    Realmente há muita sonegação de Impostos aqui no Brasil e esse $$$ faz falta em benfeitorias à Comunidade. Mas tão cancerígeno à sociedade, os efeitos da sonegação são os resultados da Corrupção. Pois pelo que se pode ver, não há nenhuma Empresa ou Ministério que não tenha praticado muitos desvios nestes últimos 13 anos e essa é exatamente a diferença entre aquilo que não recebemos e os rombos que estão se repetindo todos os meses. Sem entrar nas sem vergonhices do Governo em vender medidas Provisórias para beneficiar essa e aquela categoria de produção do País. Eu jamais tive nenhum benefício, muito pelo contrário, pago o dobro do que pagava no Governo FHC. Vergonha Nacional e pobres passam fome hoje por que uma Quadrilha se instalou em Brasília, com o votos de muitos eleitos tapados. Pena.

  13. Falou e disse agora. Não há empresas, em ministérios, que não tenham praticados desvios. Mas será um cabo de guerra eterno. De um lado, os impostos devem cair. Do outro, pagamos altos impostos porque se sonega muito. Somente haverá uma solução quando os dois lados pararem de puxar essa corda.

  14. HÁ UMA ILEGALIDADE GIGANTESCA ACONTECENDO NO ESTADO DE DIREITO! UM PARTIDO POLÍTICO NÃO PODE DOMINAR O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL!

    “Mas como a corrupção está no cerne do brasileiro, pelo menos da sua maioria, o quanto se sonega no país?”

    Ok, a sonegação é problema? Com certeza. Mas é problema maior PRO PT! PORQUE SE NÃO HOUVESSE SONEGAÇÃO, “PODERIAM” TER ROUBADO MUITO MAIS! Só por isso.
    Sonegação SEMPRE HOUVE e infelizmente vai continuar existindo em maior ou menor grau – em muitos casos ATÉ POR QUESTÃO DE SOBREVIVÊNCIA DE MUITAS PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS! Agora, querer “JUSTIFICAR” O ROUBO BILIARDÁRIO DA PETEZADA COM O FAMOSO BORDÃO “os outros támbém roubaram” AÍ NÃO MERMÃO! NÃO FOI PRA ISSO QUE AQUELE CALHORDA FILHO DA PUTA DE NOVE DEDOS FOI ELEITO! E NEM A BÚLGARA PETRALHA DO NARIZ COMPRIDO! Esta última aliás, NEM SEQUER FOI “ELEITA”, FOI ACLAMADA POR UM TAL DE DIAS TÓFODA! E VOCÊS PETRALHAS SABEM MUITO BEM DISSO! PENSAM QUE SOMOS TROUXAS? OS TROUXAS SÃO VOCÊS – QUE FORAM E CONTINAM SENDO ENGANADOS POR AQUELE CACHACEIRO MISERÁVEL E SUA BONECA INFLÁVEL ESCROTA!

    Próximo assunto? …..

  15. Quem está querendo justificar o roubo do PT, meu caro?Leia de novo, bolsominion, o que estávamos discutindo. Arrecadação x sonegação. E na sua ótica, não existe certo, ou errado. É tudo uma questão de sobrevivência. Assim você está mostrando a sua verdadeira face.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *