79

FIM DAS CICLOFAIXAS

antidioInformações  (ainda oficiosas) dão conta de que o Prefeito eleito Antidio Lunelli – entre outros itens – desaprova as ciclofaixas e vai eliminá-las em vários pontos, já no início do mandato.

O prefeito entende que a proibição de estacionar ‘afugenta”os clientes dos estabelecimentos comerciais, o que para tempos de crise não é o melhor dos caminhos.

Nem vamos falar que os ciclistas andam sobre as calçadas, né?

Sergio Peron

79 Comentários

  1. Não sei se o critério que foram realizadas estas ciclofaixas foram feito uma análise de necessidade das mesmas, tenho visto pouco uso e muitos ainda circulam pelas calçadas e na contra mão, concordo que o comércio ficou prejudicado e muito, realmente uma boa medida imediata.

  2. Acredito ser um atraso…não adianta ter estacionamentos em frente a qualquer porta aberta que seja e o resto ser o que é , atendimento e produtos oferecidos independem de ter ciclovia ou não…Outra coisa é incentivo e ações públicas para que funcione adequadamente o uso das ciclovias…

  3. Concordo com o pensamento do futuro Prefeito. Os tais corredores de ônibus estão vazios, o comércio fechando e o desemprego aumentando. É isso que queremos para o município? Por favor Antídio, reveja urgente isso. Custo ZERO e retorno 100.

  4. Sei que todos têm o direito de ir e vir, mas pra que está no trânsito direto sabe que a ciclo faixa não é tão usada assim,, tem muito ciclista que não usa e tem muito trecho que a ciclo faixa atrapalha o comércio.

  5. Quem reclama das ciclofaixas, não sabe o quanto melhorou para o trabalhador que usa a bicicleta como meio de transporte. Fora que a maioria das vagas de trânsito são ocupadas pelos próprios lojistas e não pelo consumidor!

  6. Além dos comentários favoráveis à retirada das CICLOFAIXAS. Esqueceram de ressaltar que 95% por cento de seus usuários são pessoas pobres..que necessitam de um transporte mais em conta. Os afortunados tem mais é que acabar com isto.

  7. Enquanto nos grandes centros existe um incentivo ao uso de bicicletas, aqui temos um elemento que voa de helicóptero e nem faz ideia do que é um selim uma bicicleta, e quer destruir uma via que possibilita os que praticam o ciclismo como um esporte e até mesmo como um meio de locomoção. Amsterdam é um exemplo de administração arrojada que instituiu a preferência as bicicletas em detrimento dos carros, e hoje a quantidade de bicicletas que circulam nas ruas é infinitamente maior do que a de veículos auto-motores. Mas aqui sempre temos pessoas retrogradas com mentalidade mesquinha que só visam o bem dos mais abastados e sentem prazer em obstruir os avanços e progressos daqueles que mais precisam utilizar meios mais econômicos de locomoção, sem contar que também são menos poluentes. É um ato de desagravo aos ciclista jaraguaenses.

  8. Vejamos!

    A discussão deve, em que ser mais aprofundada, em especial com a sociedade, sair do campo acadêmico-técnico-corporativo onde são sempre tendenciosas e, posicionar-se dentro do quadro de realidade sócio-econômica que se apresenta o munícipe.
    Vivemos período de crise econômica que tende a ser longo, no mín. 9 anos, segundo o economista Mansueto Almeida.
    Jaraguá onde a situação se encontra camuflada, com forte retração econômica, agravado pela “bolha imobiliária”, muitos já ficando sem liquidez, estando na fase da negação, onde todos negam a situação, por enquanto – a previsão é de que pelos idos de abr/2017, terão que enfrentar o reconhecimento da situação.
    Em épocas de crise, a tarifa de transporte público pesa muito no bolso do trabalhador, já é considerável o volume de munícipes se deslocando de bicicleta, por extensão cai o volume de passageiros no transporte público, dentre várias hipóteses a serem levantadas, uma que de imediato chama a atenção, talvez seja o caso de dar uma ajudazinha a Canarinho?
    Gastaram um dinheirão para implantar, vão gastar tanto outros para desativa-las? Parece asfaltamento, projetado propositalmente para durar 03 anos – Infrasul e Paviplan agradecem!
    Vejamos o artigo:

    A NESSEDIDADE DE SE TER MAIS CICLOVIAS

    Ter mais ciclovias. É uma medida aparentemente simples, mas que traz à tona muita discussão e conflito de interesses. Mas que se for implementada, dá um excelente retorno para a sociedade.

    O Brasil não tem a cultura de andar de bicicleta, como alguns países europeus tem. Mas isso não quer dizer que as pessoas não querem adotar a bicicleta como meio de transporte. Elas querem. O que ocorre é que as cidades brasileiras não estão oferecendo essa opção, pois privilegiam o carro. Tudo nas cidades é planejado para o carro. Um dos resultados desta mentalidade restrita é a péssima situação do transporte coletivo no Brasil, especialmente os ônibus. É um caminho errado, pois além dos níveis de poluição aumentarem radicalmente a cada ano, os acidentes e a violência no trânsito também são preocupantes. Não seria mais agradável viver em uma cidade onde haja menos poluição, inclusive sonora (pois as pessoas parecem ter se esquecido do objetivo de se utilizar da buzina), mais áreas verdes e ciclovias interligando os pontos da cidade?

    Basta ver o exemplo de Bogotá, que implantou quilômetros de ciclovias nos últimos anos, e agora mostra os resultados. Maior mobilidade, menos trânsito e cidadãos mais satisfeitos. Aliás, Bogotá é um exemplo de desenvolvimento, já que há cerca de 20 anos atrás era uma cidade violenta, e ao longo dos últimos anos virou este cenário, figurando agora como cidade desenvolvida e mais sustentável. É uma inspiração para as capitais brasileiras.

    Enfim, para que as ciclovias sejam instaladas, o espaço disponível para elas deve ser avaliado, assim como aspectos de pavimentação e drenagem. Não é difícil planejar. Sinalização também é vital para o planejamento, assim como os estacionamentos para bicicletas, inclusive nos prédios de escritórios. Muitos funcionários até tem a opção de usar a bicicleta para ir ao trabalho, porém, desistem, visto que a empresa não vê a necessidade ter um bicicletário. Assim fica difícil, não? Empresas, vamos colaborar?
    Por fim as ciclovias podem vir associadas a mais áreas verdes e parques, que com certeza contribuem para melhorar a qualidade de vida de todos. É uma medida simples, não dispendiosa e que foca no ser humano. Pessoal, vamos fazer uma forcinha e quebrar o paradigma do carro?

    É isso aí!
    ‘Samba do crioulo doido” de Sergio Porto
    “tira, bota, tira, bota, tira, bota …”
    Mal começo, nem foi empossado e já coloca em discussão tema polêmico.
    Tenho dito:
    NÃO FAÇAM DÍVIDAS, MANTENHAM A VIDA REGRADA
    Pelo visto vai se concretizar o vaticinado: Pelos idos de 2019, ele virá com a proposta de “congelar” o triênio.
    Segue o féretro!

  9. Ridículo, vamos passar por cima dos carros dai. Bando de vazio preguiçoso que não tem capacidade de andar 100 metros pra entrar aonde quiser! Ridículo.

  10. Retrocesso. Começando errado.
    É uma tendência mundial fazer ciclofaixas. É só ir a Joinville para termos um exemplo próximo. Onde não tem ciclofaixas tem faixa de ônibus, onde não tem faixa de ônibus tem 3 ou 4 pistas mas a última coisa que tem prioridade são é estacionamento em via pública. Sugiro incentivar a construção de estacionamentos privados no centro, inclusive em áreas públicas. Inclusive a visão de planejadores deveria estar eliminando acostamento/estacionamento em vias de “futuro” crescimento comercial!
    Espero que a notícia seja especulação.

  11. Pena que ele só avisou agora, quando não posso mais retirar meu voto. Se o problema do comércio de Jaraguá fosse carro de menos na tua, era fácil.

  12. Analisando num contexto geral não concordo com a ação do futuro prefeito, porque entendo que tem outras formar de incentivar e ajudar o comercio como diminuindo a burocracia e reduzindo os impostos talvez pelo o periodo de “gestacao” que é o mais decisivo para as empresas.

  13. Primeiro arrume as ciclovias e de segurança aos ciclistas. Hoje as ciclovias estão destruidas e quem domina, sao maconheiros. Nao temos nenhuma seguranca anoite nas ciclovias. Onde poderemos pedalar? Convido o Prefeito a andar comigo anoite, sem nenhum seguranca pela ciclovia. Se tiver coragem eu aprovo.

  14. Já será um bom começo. Por que essas tais ciclosfaíxas, foi uma grande cagada do Dieter. Arruinou muitos comercio.

  15. Coisas bem pensadas são sucesso e mais, duradouras.
    É importante pensar em ações que sejam de longo alcance. Até para render o dinheiro do município.
    Eu penso que a gestão de Antidio terá este compromisso.

  16. Decisão que vai na contramão dos países desenvolvidos. Que feche o calçadão por completo para pedestres e ciclistas, incentive meios de locomoção alternativos e estacionamentos privativos, com isso a cidade irá ganhar em qualidade de vida e de igual forma movimentar a economia. Visão miope em dizer que o problema do comércio é das ciclofaixas … Isso é um problema do Brasil em função da crise econômica e principalmente política.

  17. É normal ter pessoas andando de bicicleta pelas calçadas. Afinal quem foi educado para andar em ciclovia se em um passado recente não existiam alguma. Tudo tem um começo, é por isso que existe leis e punição tão severas aos motoristas., tem que haver educação e isso vem dos pais. O comércio é prejudicado justamente pela população não ser educada para esse tipo de condução. A Alemanha é exemplo temos que aprender com ele e não regredir.

  18. Sou contra eliminar as ciclofaixas. Já que estão prontas, seria jogar o investimento no ralo. Senhor prefeito, temos muitas outras prioridades. Se quiser posso fazer um relatório… Mas desejo sucesso e bom senso ao senhor…

  19. Acredito que isso levaria o município na contramão da mobilidade urbana, deveria ser incentivado o uso de transporte alternativo como as bicicletas. A crise não passa de uma desculpa, o comércio tem que criar meios para atrair a clientela, como um bom atendimento, pessoas que realmente te faça sentir se bem quando se entra dentro de um estabelecimento.

  20. Acho muito boa a iniciativa do nosso prefeito de Jaraguá do Sul, Antidio Luneli, essa é a visão de um bom administrador, tem que fazer algo que favorece a Cidade e não atrapalhe, os ciclistas não andam nas. ciclovias, elas si atrapalham o fluxo de carros… Parabéns prefeito.

  21. A imbecilidade vai ficar evidente. .. a questão não é nem pode ser o gosto pessoal do prefeito… a questão tem que ser técnica. … pagamos todos uma fortuna com os nossos impostos pelo estudo de mobilidade urbana de um escritório de Curitiba. .. Agora tem que executar… daqui a pouco vão dizer qu se Sua Excelência o rei zinco quiser pintar as ruas de amarelo…. pq não gosta da cor do asfalto. ..tb estaria certo…

  22. Ele que acabar com a ciclofaixas so porque ele nao precisa andar de bicicleta.se ele andava falaria.

  23. Se isso acontecer vou as compras em Jounville e aproveito para encher o tanque do carro, comprar bons produtos a um preço justo e ser bem atendido. Idéia ridícula e retrograda.

  24. Uma decisão com a cara do Brasil. Infelizmente em nosso país não se faz planejamento e se toma decisões precipitadas. Se isso for verdade é preocupante, decisões assim teriam que ser tomadas com base em pesquisa, estudo e não na base do achismo. Será que a queda na venda do comércio é só devido as ciclofaixas? E de certa forma uma medida desta vai contra o que a maioria dos países desenvolvidos praticam, ou seja, o incentivo a transporte alternativo. Me parece ilusão eliminar ciclofaixas objetivando mais vagas de estacionamento.

  25. Lamentável, retrocesso!!! A prefeitura deve agir para melhorar a lamentável estrutura de “ciclofarsas” da cidade, que são malfeitas, não tem conservação e não tem conexão entre si. Ao invés de gastar fortunas em pontes e viadutos, por que não incentivar um meio de transporte rápido e econômico? Não basta o número crescente de mortes de ciclistas para mostrar a importância e necessidade de uma estrutura adequada? Por que não seguir o exemplo de TODAS as cidades de primeiro mundo, que priorizam a bicicleta na mobilidade urbana? Por que cometer os mesmos erros que outros países cometeram a 30 anos atrás?

  26. Não aceito! Tenho carro e vou de bike para o trabalho todos os dias , faço minha parte ; se tirar as poucas que temos , vai ter que me explicar cara a cara , que ele pensa que é? Quem promove melhor mobilidade urbana, preserva recurso natural e contribui com a diminuição de emissão poluente tem prioridade! Tô errado ? Se sim , me prove porque? É sempre assim , o povo vota e já primeira semana vê a burrada que fez…Mas não se preocupe , nossa média de vida e de 70 e tantos anos. Da fazer bastante burrada.

  27. Em alguns lugares, a ciclo faixa mal cabe uma pessoa a pé, mas ela soma nos km total, podendo assim ser divulgada como propaganda política. Ou seja, se não serve pra nada, que eliminem mesmo.

  28. Quem reclama da ciclofaixa tire um dia a bunda do carro e utilize-as, veja o globo da morte que o ciclista enfrenta diariamente principalmente por motoristas imprudentes. Depois disto, dê sua opinião.

  29. Se tirar vai ser um retrocesso ! Agora que estamos aprendendo a respeitar os ciclistas e a cidade ficando organizada não se deve tirar nemhuma ciclofaixa e sim tirar ainda alguns estacionamentos das ruas, carro serve p andar nas ruas e estacionar em estacionamento, cidades grandea não existe isso de colocar carro na frente das lojas é um absrdo aqui e as pessoas vão comprar fora por falta de opção e mal atendimento, deixam as luzes apagadas quando a loja está vazia e não investem em cursos p
    Melhorar o atendimento de seus profissionais. Agora querem culpar as ruas por seus problemas de administração das suas
    Lojas hahhaa eu sou a favor de tirar as poucas vagas de estacionar nas ruas p fluir o trânsito melhor.

  30. Uma pena que não posso voltar atrás no meu voto, se eu soubesse disso antes já tinha perdido meu voto!
    Quem fala que ciclofaixa não é útil e porque não usa bicicleta, grande retrocesso pra Jaraguá!

  31. As crianças e adolescentes utilizam as ciclovias. .. o alto custo do transporte público fez da bicicleta uma necessidade para as famílias. A segurança do cidadão é prioridade. O comércio é prejudicado por si mesmo, pelo mau atendimento. Está difícil ser bem atendido… Nossas ciclovias precisam ser melhoradas e não eliminadas.

  32. O problema do comércio não é culpa de uma ciclovia, é sim do péssimo atendimento, da completa falta de flexibilidade, da extorsão da prática de preços praticados e da carência de variedades de produtos, enfim, esse é um problema que só o comércio pode resolver, enquanto não resolver continuo como estou, comprando em outras cidades e aproveitando pra encher o tanque até a boca.

  33. Acabar com ciclofaixas não muda nada em nossa cidade, vai ver se esse Senhor faz compras em Jaraguá , se realmente é ele que vai ao mercado ou para para abastecer o seu carro.
    Creio que pensar desta forma , e retroceder no tempo, a política pública prevê a Conscientizacao para uma vida mais saudável , mobilidade urbana , oferecendo espaços para todos os meios de transporte. Faço o convite ao mesmo para perante os mais de 1000 ciclistas ( número aproximado) que utilizam de suas magrelas para se deslocarem ao seu trabalho, para os que usam com pratica de lazer .. A receberem essa notícia …vai ser show !! Quero ver argumentos …

    Jaragua não é Gigante !????
    Então pra que mexer no que está bom ??

  34. Acredito que os ciclistas utilizem as calçadas porque a ciclo faixa que temos é uma vergonha. Em determinados pontos é até perigos quando duas bicicletas se cruzam. Ao invés de retira las deveriam ser melhoradas para incentivar o uso das mesmas e diminuir o fluxo de veículos. Quanto ao comércio o problema não é o estacionamento em frente ou não da loja e sim a crise financeira da qual estamos passando.

  35. Aproveitando o gancho: não sei como a prefeitura admite que o morador tenha direito a mais de 1 entrada de garagem na sua casa: quer dizer que quando chega visita na casa dele deve estacionar defronte a casa do vizinho?
    Se quer ser “moderno” deve criar uma lei como em cidades civilizadas de SC: Prédio residencial com estacionamento próprio e 1 só entrada
    Outra: tiraram o estacionamento da Bernardo Dornbusch, e nas transversais não dá para estacionar porque tem pequenas empresas que ocupam todo o meio fio da calçada e põem placa de “sujeito a guincho” . Só que o cliente dele tem que estacionar do outro lado da rua ou no vizinho
    No português claro: o Dita e o Kumelin f** os pequenos comerciantes da Bernardo Dornbusch

  36. vou dizer algo que é verdade absoluta, Jaraguaenses nao gostam mais de andar de bicicleta e muito menos de onibus ( ainda mais a canarinho ). Preferem sair com seus carros. Sou ciclista e digo que a ideia é péssima. E creio que aumentar as vagas para carros não resolvera o problema econômico da cidade, que reflete muito bem a situação geral do pais. Remover as ciclofaixas ( mesmo que alguem tenha observado que elas são pouco utilizadas ) é um retrocesso . As pessoas deveriam se dar conta de como os onibus estão rodando vazios ( isso sim é real – pois o povo não gosta de andar de onibus )… e vemos que ha muito carro rodando pelo centro, com apenas um unico ocupante. Estamos mesmo no caminho errado.

  37. Nos ciclistas vamos dividir o espaço junto com os veiculos agora, só porque os bam bam querem comodidade para ir da compras. Se quiser essa mordomia que façam as compras pela internet, pelo menos não terão que se incomodar em andar. Comodismo é pra acabar. #Preguiça pura.

  38. Teremos o prefeito mais rico do Brasil para que andar de bike??? Libera o helicóptero pro povao….. Kkkkkkkk…. JARAGUA RUMO AO RETROCESSO NOVAMENTE!!!!

  39. Engraçado. Querem geração de emprego e arrecadação de impostos e fazem de tudo pra prejudicar o comércio e indústria. Sejamos sensatos. Prefeito, coloque um engenheiro de tráfego na área pra organizar essa bagunça. Tem que revisar tudo isso.

  40. A cicloviaa do Portal até Nereu é uma obra importantíssima , que tem de sair do papel e ser realizada URGENTE

  41. As ciclovias que aqui estão não fornece nenhuma segurança para os ciclistas, ciclovias que terminam do nada e joga o ciclista para o trânsito.
    Não tem como andar em segurança.

  42. Retrocesso total!! Diminuir a tarifa do transporte público e melhorá-lo, não se fala!! O trabalhador que usa a ciclofaixas economiza, além de se exercitar, e ajudar a natureza deixando o carro em casa! Será que os motoristas não podem deixar seus carro em um certo ponto e caminhar até chegar onde desejam? Será que a culpa de fechar alguns comércios seria da ciclofaixas ou dos preços altos, péssimo atendimento…? Melhor pensarmos!!

  43. Não desejo entrar nessa discusão, mas dizer que a nossa cidade está virando uma cidade feia, sem atrativos. Calçadas horríveis, praças mal cuidadas. Visitei Pomerode hoje e fiquei encantado com a beleza, turistas por todo lado, restaurantes lotados, várias atrações, simplesmente incrível. Retornei para Jaraguá às 15:00 horas, a cidade estava vazia, sem vida, triste. Estou pensando seriamente em mudar para Pomerode, Timbó ou Blumenau. Aqui os governantes não tem visão. Parece que nunca saíram de Jaraguá. Sr. Prefeito põe a Secretaria de turismo para trabalhar, mas coloque pessoas competentes, visionárias, viajantes, com vontade de inovar, criar atrativos para a população e turistas.

  44. Espaço público, deveria, em tese, atender ao povo! Ao colocar estacionamento nestas áreas, é ir contra uma população em favor de um único veiculo. O trânsito de Jaraguá, já é complicado, e sem ciclovia/ciclofaixa, é uma demonstração de que o povo (pessoas), não tem valor, deixem à sua própria sorte, e no futuro, mais complicado será o trânsito, pelo aumento de carros e motos. Contramão do mundo consciente e de governos para o bem estar de das pessoas!!!! A bicicleta não é a solução da mobilidade, mas a solução da mobilidade passa por ela!

  45. Pensamento pequeno, retrógrado, individualista, egoísta! Os países mais evoluídos do mundo o carro é cada vez mais restrito em nome do transporte alternativo e coletivo de qualidade. Teríamos toda possibilidade de ter isso aqui, deveria ser mais incentivado, quem pudesse devia pedalar, só faz bem. Pra quem pedala, pra cidade e pro planeta.

    Tá certo que elas tem alguma s problemas, sob o ponto de vista de quem pedala. Em algumas ruas estão do lado errado, e tem os bueiros que vão verdadeiras armadilhas. Mas a intenção dos prefeitos anteriores que as instalaram foi boa…
    Remover qualquer uma, sem mais nem menos, seria um retrocesso demagógico, só pra agradar uma maioria egoísta e burra que só pensa em si e não no todo. Pronto, falei!

  46. Tem mesmo é que meter a marreta mesmo, acabar com essa merda. Não passa mais de meia dúzia de gato pingado que usa. Não justifica. E ainda andam sobre a calçada, na contramão, mesmo com ciclofaixa do lado. É só dar uma olhadinha ali em frente à biblioteca pública, os pedestres tem que sair da calçada pros ciclistas andarem e em alta velocidade. Tiram todo o estacionamento dificultando a vida de todo mundo e empurram pras ruas laterais entupindo viazinhas residenciais, tranquilas, acabando com a qualidade de vida dos moradores. Pimenta no rabo dos outros sempre foi refresco. E foram muito mal feitas, sem a largura necessária, sem interligação, sem segurança nenhuma, colocando em risco a vida de quem usa, ligando o nada com coisa nenhuma, só pro prefeito dizer que tava fazendo ou pra riquinho e madame ficar fazendo exercício de bunda empinada no findi, não pra trabalhador usar como meio de transporte. Tá certo o Antídio, vão cagar no mato!

  47. O importante é deixar claro que a presença de ciclistas no espaço público não é uma questão de se concordar ou não, é um direito garantido pela Constituição Federal e pelo CTB: Ciclistas têm os mesmos direitos de veículos, motos, ônibus e caminhões de trafegarem pelas vias de uso comum.

  48. Tudo é uma questão de visão. Jaraguá peca e muito por não ter um sistema viável que funcione. Mesmo tirando as ciclovias, o trânsito continuará ruim. Se tem tanta loja fechando, e no Brasil Inteiro, certamente não será por conta das poucas vagas de estacionamento. Experimenta baixar o valor dos aluguéis para ver se o índice de lojas que fecham não diminuem…. Usei um exemplo extremo para opor a uma solução extrema. E mais. Só não se usa mais a ciclovia por conta do risco de morte que sofremos todos em função dos motoristas malucos e irresponsáveis. e porque o que temos em jaraguá não são ciclovias, são faixas pequenas, mal sinalizadas e inseguras, desprotegidas e ridículamente perigosas para usarmos como ciclovias. Vão para fora, viagem, conheçam, andem de bicicleta na Europa, comparem. Lá o comércio não fechou por conta das ciclovias. Se fosse por isso, a Holanda estava quebrada….Alías, o mundo culto estaria quebrado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *