3

MODISMO CHINFRIM

Falei hoje na Studio FM e quero compartilhar com vocês.carica 2014

O editorial do Studio Atualidades foi sobre o Projeto de Lei que tenta impedir vereador de assumir cargo no Executivo.

Disse o seguinte:

Temos acompanhado nos últimos dias manifestações diversas de entidades representativas com relação à possibilidade de um vereador eleito não ocupar cargo no Executivo.

Que mal há nisso?

Um representante do Ministério Público não pode ocupar o cargo de Ministro da Justiça, respeitadas as condições previstas?

O Presidente de uma entidade – associação médica, engenheiros, arquitetos, advogados – ainda que eleitos por voto direto dos seus associados não pode ocupar cargo diverso da sua entidade?

Pode, deve e ocupa!

Criar uma Lei limitativa para o exercício de funções – ainda que exista licença prevista para tal – é perfeitamente questionável judicialmente.

Ninguém pode tolher o meu direito através de Lei!

Trata-se de um modismo copiado e sem resultados práticos.

Um cidadão eleito vereador pode ser excelente secretário! Caso não atenda às expectativas, o prefeito que é o detentor do cargo pode demiti-lo.

E um vereador eleito que não faz absolutamente nada, não apresenta um único projeto de Lei de interesse público – como temos vários exemplos na atual Legislatura em Jaraguá do Sul e cujo cargo é ocupado por outorga da população – pode ser demitido?

Não pode – mesmo sendo inservível enquanto legislador!

Por que as entidades representativas não demonstram o mesmo interesse e buscam saber “por que” mais de 40 projetos estão parados na Câmara de Jaraguá do Sul, inclusive, sem parecer jurídico?

Por que as mesmas entidades não buscam explicações sobre quais motivos – se é que existem – os projetos não são votados por ordem de chegada na Casa de Leis?

Por que as entidades não se manifestam acerca da cassação do mandato do vereador José Osório e Ávila – o Zé da Farmácia – preso e condenado em sentença transitada em julgado, mas que até agora não aconteceu absolutamente nada – porque os vereadores estão enrolando?

Por que as entidades não se manifestam acerca da redução dos salários dos vereadores e conseqüente diminuição das despesas com telefones, cursos pra inglês ver, assessores, correios, diárias e correlatos?

Senhores! Há muitos outros motivos para preocupações – de realidades palpáveis e que fazem a diferença na vida do cidadão.

Vamos parar com o modismo e procurar pelo em ovo.

Sergio Peron

3 Comentários

  1. Perón, com o devido respeito à sua opinião, é o seguinte: quando o povo escolhe um vereador para FISCALIZAR O PREFEITO e este o “escolhe” para trabalhar junto do poder Executivo, está sendo COOPTADO! E pra PIORAR, *COLOCANDO NO LUGAR UM SUPLENTE, MUITAS DAS VEZES COM MENOS VOTOS DO QUE OUTROS CANDIDATOS QUE NÃO ENTRARAM POR CONTA DESSA EXCRESCENCIA DE “COEFICIENTE ELEITORAL PARTIDÁRIO.

    E É EXATAMENTE POR ISSO QUE TEMOS TAMBÉM APENAS UM DEPUTADO ESTADUAL, SENDO QUE FORAM ELEITOS DOIS. O QUE OS SENHORES ACHAM DISSO?

  2. Não concordo com seu ponto de vista. Além de só me fazer perguntas, as poucas explicações que tem são rasas. Você simplesmente fala que acha besteira e modismo porque…..vc acha. Só isso é muito pouco. Eu gostaria muito que meu vereador fizesse o papel dele, mas se ele optar por secretaria, tudo bem, perde meu voto para as próximas eleições. Acho que você está procurando pelo em OVO. $

  3. Não votei no vereador para ele ser secretario. Votei para legislar. Se for assim vamos fazer eleições para secretários e não vereadores. Esses que querem uma vaga na prefeitura estão interessados no baita salário que vão receber, porque se estivessem interessados no bem da população permaneceriam como vereadores. Com lei ou sem lei o que revolta a população é o descaso com aqueles que confiaram o voto numa pessoa que fez mil promessas para a comunidade e que lhe vira as costas para receber um salário de mais de R$ 16.000,00. E o pior! Depois que vira secretário, para manter-se bem com o povo, usa a máquina pública para fazer serviços particulares a torta e direita como acontece em todas as administrações que um vereador vira secretário. É uma lastima… E depois ficam falando por ai que existem “vícios” na prefeitura que precisam ser tirados. Como se os funcionários de carreira fossem os grandes vilões da história. Existe funcionário que não vale o salário que recebe, mas os grandes sem vergonhas são os comissionados que fazem coisas que até Deus dúvida!!! Enquanto a cidade esta virada de cabeça para baixo eles estão lá atendendo os eleitores da situação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *