0

2012 ESTÁ CHEGANDO!

“Jamais haverá ano novo se continuar a copiar os erros dos anos velhos”, disse Luís de Camões.

E eu, o que posso dizer? Nada! Só bater palmas, e desejar que todos os leitornautas, assim como a equipe aqui deste nosso espaço democrático, usemos a frase de Camões da melhor maneira, a começar pela escolha dos candidatos nas eleições municipais em outubro… e que, com este aprendizado, guardemos um pouco de bala na agulha para o pleito de 2014.

Mais cedo, mais tarde, limparemos o que precisa ser limpo. Só depende nós!

Um ENORME 2012 para todos, para todas!!!

Fui!!!… no clima, colocar uma pra gelar!!!

Curt Nees, 6.5, finalmente aposentado… por IA (Idade Avançada).

Ainda despachando em Jaraguá do Sul, da bela e Santa Catarina… para o mundo! curt.nees@gmail.com

1

PAPAI NOEL, NÃO DÁ IDEIA

Festa de Natal lembra árvore, bolinhas, enfeites, ceia com peru, panetone, presentes, crianças e adultos alvoroçados etc, etc, etc.

Lembra também brinde – a exemplo da virada do ano – e quase sempre isso é feito com espumante, com champagne.

Eis que este ano o Bom Velhinho – que parece que está “assim” comigo – me convenceu, com a imagem abaixo, como se ele soubesse que por aqui está fazendo 40… na sombra!!!

Assim sendo… vou de cerveja.

Ein prosit!!!

Aproveitando, um Feliz Natal a todos os nossos leitornautas, bem como ao comandante do blog, o jornalista Sergio Peron.

Fui!!!… a propósito, abrir os trabalhos!!!

Curt Nees, 6.5, finalmente aposentado… por IA (Idade Avançada).

Ainda despachando em Jaraguá do Sul, da bela e Santa Catarina… para o mundo! curt.nees@gmail.com

8

MÃE DINEES, BARÇA&SANTOS

 

 

 

… só na Mãe diNees, claro!

Ou seria Santos&Barça? Sim, pois de cada dez com quem cruzamos sobre o jogão, 11 garantem que o Barça leva de braçada.

Mãe diNees – que tudo sabe, tudo vê – me garante que o Santos, de Neymar e mais 10, volta do Japão com a taça na bagagem.

E assim eu também acredito, pois parto do princípio de que a responsa pelo resultado é toda do Barcelona, pela sua história, pela retrospectiva…

E que, desta forma, basta o Santos jogar a sua bolinha, com a alegria do menino Neymar, com seus pares pegando junto, e transferindo a responsabilidade do resultado para a experiência do veterano (se comparado ao Neymar) Messi.

Mãe diNees ainda arrisca uma barbada: “Se o Santos faz o primeiro, e antes dos 15… hum!!!”

 Fui!!!… Guardiola a postagem, para prova futura!

Curt Nees, 6.5, finalmente aposentado… por IA (Idade Avançada). Ainda despachando em Jaraguá do Sul, da bela e Santa Catarina… para o mundo! curt.nees@gmail.com

0

GLOBALIZAÇÃO É ISSO!

A ONU resolveu eu fazer uma pesquisa em todo o mundo. Enviou uma carta para o representante de cada país com a pergunta:
“Por favor, diga honestamente qual é a sua opinião sobre a escassez  de alimentos no resto do mundo”.
A pesquisa foi um grande fracasso.
E sabe por quê?
Todos os países europeus não entenderam o que era “escassez”.
Os africanos
não sabiam o que era “alimento”.
Os cubanos
estranharam e pediram mais explicações sobre o que era “opinião”.
Os argentinos
mal sabem o significado de “por favor”.
Os norte-americanos
nem imaginam o que significa “resto do mundo”.
O Congresso brasileiro está até agora debatendo o que é “honestamente”.

 Fui!!!… e não sei se volto! 

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política),  despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

0

GASTÃO?

Novais me dizer que o ministro que assumiu o Turismo é gastão? É isso mesmo? Gastão?

Mas não foi esse o motivo da demissão do anterior? Ser gastão? Sei lá. Vai entender essa gente.

(*) Gastão Dias Vieira, maranhense da turma do Sarney, registrou no programa CQC, da Band, uma frase polêmica sobre seu partido:

“No PMDB todo mundo manda, ninguém obedece e cada um faz o que quer.” Na mesma atração, ele disse que o partido era “traíra”.

(*) Fonte: O Estadão

Fui!!!… aguardar para ver quanto vai nos custar essa viagem!

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política), despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

2

JUNTOS CHEGAREMOS LÁ!

“Guilherme Afif Domingos (PSD), vice-governador de São Paulo.

 Este é o nome de futuro ministro da Dilma. Anote ai, meu filho”.

Assim Mãe diNees me psicografou o recado.

Quem viver, (vi)verá.

Fui!!!… aguardar para conferir!

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política), despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

2

BRASÍLIA, ME AGUARDE!

Minhas caras eleitoras e meus caros eleitores catarinenses, nossos ilustres e dignos representantes na Câmara dos Deputados, abaixo, fizeram o dever de casa, direitinho, no episódio da votação (secreta, claro!) que decidiu os destinos da também par(a)lamentar – esta pelo Distrito Federal – Jaqueline Roriz, aquela que pegaram com a mão na botija, (en)sacando 50 contos do cofre do tal de Durval Barbosa.

Como são 513 os senhores deputados federais, é bom registrar a ausências de 60 de suas excelências nesta sessão, pois se 265 votaram pela absolvição, 166 pela cassação, 20 se abstiveram (como se isso fosse moral!), e mais a própria Jaqueline, além do presidente da Casa, que não votam, neste caso, a soma é de 453. E os ausentes? Estavam ausentes… só!

Claro que se os senhores se encontrarem com o seu representante, hoje ou amanhã, ele lhe dirá que estava na turma dos 265. Aliás, se perguntar para os 421 votantes, TODOS dirão que votaram contra a dona Jaqueline.

É assim mesmo, e não vai mudar, pois eles, assim como os nossos senadores, não querem mudar nada que os prejudique. Time que está ganhando – e como! – não se mexe, já diz o ditado.

E você pode perguntar: E o povo? Eu respondo, por eles: O povo é só um detalhe.

Nossos votantes(*) – ou seus suplentes(**) – sim, pois alguns deles os procuraram na última eleição, lembra?, pediram seu voto para ser seu deputado, você os deu, e eles viraram (além das costas para você!) secretários do Governo etc.

Depois deste episódio, me ocorreu o seguinte: estou pensando em dar um grande tombo no erário público – também conhecido por “nosso suado dinheirinho” – agora em 2011, e me candidatar a deputado Federal, em 2014. Ganho a eleição, vou pra Brasília, aguardo estourar a bronca e depois peço, aí sim, para os “meus pares” que deixem quieto, que abafem o caso, que fiquem pianinho… Que tal?

(*) Mauro Mariani, Rogério (Peninha) Mendonça, Edinho Bez, Celso Maldaner, Ronaldo Benedet, Jorginho Mello, Onofre Agostini, Luci Choinacki, Décio Lima, Jorge Boeira, Esperidião Amin.

(**) Como suplentes, votaram Carmen Zanotto, Gean Loureiro, Valdir Colatto, João Pizzolatti que substituem, respectivamente, João Rodrigues, Marco Tebaldi, Paulo Bornhausen e Odacir Zonta.

O deputado Pedro Uczai não marcou sua presença no painel.

 Fui!!!… preparar o santinho (santinho???).

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política), despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

0

RESPIRANDO + ALIVIADO

Quem me conhece sabe que sempre defendi que alguém, para assumir determinada pasta em uma prefeitura, deveria comprovar seu conhecimento para a referida função. E foi assim que aconteceu em Guaramirim.

O prefeito Nilson Bylaardt convidou, para seu secretário de Saúde, o senhor João Diniz Vick.

Fui!!!… e não se se volto, depois deste trocadilho infame!

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política), despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

0

BRRRRR, QUE FRIO!

Sentiu???

O frio que está fazendo em quase todo o Brasil, mas com muito mais intensidade na região Sul – RS, PR, SC – movimenta, e muito, a economia. Hotéis, pousadas, restaurantes, todos lotados em nossa serra, seja em São Joaquim, Urupema, Bom Jardim da Serra, Urubici, ou em outros municípios catarinenses.

Estas são as boas notícias que correm por aqui, alegrando os turistas, por lá.

A outra grande notícia, e também relacionada com a baixíssima temperatura aqui pelo Sul – e até em outras regiões do Brasil – é que os políticos, aqueles da mão grande, mesmo ainda metendo (em todos os sentidos, claro!) a mão no bolso, agora o fazem nos seus… poupando os nossos.

Que friozinho abençoado!

 Fui!!!… torcer para que eles não descubram as luvas!

Curt Nees, pensador, 6.4 (cada vez mais indignado com a (falta de) classe política), despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com

1

DILMA, A HORA É AGORA …OU AGORA

Leio na imprensa: “O país está recém saindo de uma crise na área política e administrativa, enquanto os Estados Unidos e a Europa enfrentam uma grave crise econômica e financeira. Nesse cenário, na avaliação do senador Pedro Simon (PMDB-RS), “o que a gente vê no Brasil são as briguinhas, as picuinhas. Não vejo em nenhum partido, nem no Governo, nem na oposição, nem na imprensa, nem em lugar nenhum a preocupação com a hora em que estamos vivendo”, desabafou o parlamentar, em aparte a discurso do senador Cristovam Buarque (PDT-DF), hoje no Senado.

– A presidenta Dilma Rousseff está só. Vive um clima de guerra interna, onde cada um quer resolver a sua parte e cada um quer tirar vantagem o quanto pode – afirmou Simon. “São brigas e picuinhas por meia dúzia de cargos, meia dúzia de favores e não se tem uma preocupação com o sentido da linha do Governo”, acrescentou”.

Dito isso, lembro que as mulheres brasileiras estão em maioria, em todos os sentidos e, Jaqueline’s à parte, cada dia é mais urgente que elas assumam posições dentro da política, a exemplo da presidenta Dilma, da ministra Gleisi e tantas outras hoje ao seu lado nas decisões tomadas em Brasília. E é dentro desta linha linha de raciocínio que quero me reportar à nossa presidenta.

Escrevi um texto com o título acima, só substituindo o nome – então Lula – no início no seu segundo mandato, salvo engano. Neste artigo, tomei a liberdade de sugerir ao então presidente Lula que tomasse uma atitude em relação à pressão que os partidos coligados usam e abusam quando da montagem da equipe de governo. E é esse mesmo conselho que agora tomo a liberdade de encaminhar à nossa presidente Dilma: dê um murro na mesa, na próxima reunião do colegiado, e diga em alto e bom som que a farra acabou, que agora o governo tem comando, e que os principais assessores da presidência, de agora em diante, serão escolhidos por critério técnico. Chega de acertos com partidos, chega de briguinhas e picuinhas (como bem disse o senador Simon), chega de tudo o que vemos desde os tempos de Cabral. A senhora, cara presidenta Dilma, tem a grande oportunidade de fazer com que o Brasil saia deste atoleiro em que se encontra. Bastam duas palavrinhas: Chega. Deu. A senhora, cara presidenta Dilma, tem a grande oportunidade de mostrar que a mulher, em casa ou no trabalho, faz sempre – e bem! – as mesmas coisas: cuida de todos… e cuida de tudo. Todos, somos nós. Tudo, é o que queremos para o nosso País.

Presidenta Dilma. A hora é agora… ou agora!

 Fui!!!… torcendo pela máxima de que ‘a esperança é a última que morre”.

Curt Nees, pensador, 6.4, cada vez mais indignado com a (falta de) classe política, despachando direto de Jaraguá do Sul, na bela e Santa Catarina. curt.nees@gmail.com