44

DECLARO MEU VOTO!

Desde abril de 2009 e os leitores/leitoras são testemunhas de que travo uma luta inglória contra os desmandos em Jaraguá do Sul.

Cobrei do Legislativo,  Executivo e Judiciário. Protocolei pedidos de documentos, ações judiciais, denúncias no Ministério Público e até na Polícia. Durante todo o tempo e não foram poucas as vezes, contei com a ajuda do meu advogado Airton Sudbrack – amigo fraterno de mais de 20 anos.

Antes de ser o profissional para a lides jurídicas, vestiu-se da condição de cidadão e bradou contra os desmandos na administração que alcunhei de Sodoma & Gomorra. Fiel aos princípios, lutador incansável pelos direitos da coletividade, fiscalizador de prontidão, conhecedor das funções legilastivas, perseguidor dos princípios que norteiam a administração pública, foi meu companheiro de batalhas hercúleas na defesa dos interesses públicos. A expressão que ouvi nas muitas vezes que liguei e solicitei seus conhecimentos jurídicos foi a seguinte:

– Vamos juntos! Se é de interesse da população, a boa luta nos espera!

Precisamos de um Airton Sudbrack na Câmara de Vereadores: pela ética, pela decência, pela moralidade!

Precisamos de um vereador, um legislador, cuja espinha não se dobra, não se curva aos conchavos e conluios espúrios, às negociatas dos ocupantes do Poder. Precisamos de alguém com personalidade, com história e embates de serviços prestados em defesa da coletividade.

No dia 7 de outubro – dia de promover a qualidade na política – estarei em Jaraguá do Sul para votar em Airton Sudbrack e com toda certeza terei orgulho em dizer:

– Meu candidato, o vereador que escolhi para me representar, honra meu voto!

Peço aos amigos, leitores e leitoras – sabedores da nossa ferrenha luta – que nos ajudem nessa empreitada.

Votem Airton Sudbrack!

39

BOMBARDEIO!

Hoje pela manhã – entre 11 e meio dia – consegui andar metade do calçadão de Jaraguá do Sul.

Muita gente e muitos políticos! Vejam aí o bombardeio que me fizeram:

Dois Planos de Governo e 9 santinhos em meio quarteirão.

– Só não recebi o Plano de Governo do Dieter Janssen! A casinha da candidata Cecília Konell (PSD), o livreto do Moacir Bertoldi (PR) e muutos santinhos.

É a disputa na reta final da campanha e cada voto é importante. O eleitor deve ficar até confuso com tantas propostas!

– Como sou interessado em política, vou ler tudo o que recebi.

40

PODE…

…acontecer de um momento para outro, a decisão do TSE – Tribunal Superior Eleitoral no caso da prefeita Cecília Konell (PSD).

A manifestação do Ministério Público Eleitoral pela impugnação do registro de candidatura – acatada pela relatoria – deverá receber o julgamento dos 7 juízes (ministros) que compõem o órgão.

E o que pode acontecer?

Simples! O integrantes da corte podem acompanhar a relatora e cassar o registro da candidatura. Para que isso ocorra são necessários 4 votos. Também podem votar contrários ao relatório, mantendo a candidatura. No presente caso, também são necessários 4 votos.

E se o registro for cassado antes das eleições?

Caso isso ocorra, a coligação terá que substituir a candidata e escolher alguém entre os partidos coligados. Há quem defenda (mas isso é tese) de que: ao cassar o registro da titular da disputa, automaticamente cassam o candidato ao cargo de vice.

E se o registro for cassado após as eleições?

Se a cassação ocorrer após a realização do pleito, os votos na chapa majoritária serão nulos. Caso tenha recebido mais de 50% dos sufrágios, será convocada uma nova eleição. Se o percentual for menor, assume o segundo colocado.

Os vereadores da mesma coligação podem ser atingidos?

Podem! O cálculo para a eleição de vereador é feito pelo quociente de votos (número de vagas da Câmara/votos válidos). Hoje em Jaraguá do Sul – a nossa Sodoma & Gomorra – tal quociente gira em torno de 8 mil votos, ou seja, a cada 8 mil votos na legenda – um vereador eleito (o mais votado). Havendo anulação dos votos da legenda….

Diante do quadro desastroso que pode acontecer, o melhor remédio é aguardar… ansiosamente para alguns…

46

TEMPO QUENTE

Relatos dos nossos agentes infiltrados nos mais diferentes locais de Sodoma & Gomorra trazem uma informação assaz importante:

Tudo teria acontecido por conta de um apoio inesperado vindo do ninho tucano! Porém, pintou uma dúvida:

– Com quem o PD teria discutido: com o Alcides João? Com o Alcides da Schützenfest? Ou terá sido com o Alcides Pavanello?

De qualquer modo, algo já foi definido: tirar a estampa do vice das placas de propaganda eleitoral! Agora, o novo modelito ficou assim: o photoshop e o nome do Alcides mais abaixo. Espiem só!!

Como neste exato momento, baixou meu santo que faz previsões, vou cantar a bola:

– Ô Alcides Pavanello!! Vais levar um pé na bunda! Vais descobrir a diferença entre espiar e expiar!

56

QUEM PERDE

Como fica o eleitor no meio disso tudo?

Em quem acreditar?

Qual pesquisa é a verdadeira?

Na capa do Jornal Folha SC de ontem – A Pedido (leia-se pago) a pesquisa da atual prefeita. Na capa do Jornal O Correio do Povo de hoje, a outra pesquisa, onde Dieter Janssen lidera.

Na primeira pesquisa – o caso das datas trocadas e posteriormente corrigidas.

Na segunda pesquisa – o curto período de tempo da primeira e sem nenhum fato relevante registrado.

Se a credibilidade dos institutos de pesquisa há muito tempo foi pelo ralo, no presente caso, os veículos de comunicação é que ficam na berlinda.

68

E AGORA?

Vamos começar assim:

A pesquisa do Jornal Folha SC – realizada no periodo de 10 a 12 de setembro e publicada na semana passada – apresenta a atual prefeita Cecília Konell (PSD) com 38,11% e o Dieter Janssen (PP) com 28,81%.

Hoje o Jornal O Correio do Povo está publicando outra pesquisa – realizada entre 12 e 16 de setembro e com outro cenário.

– Em 4 dias tudo mudou? Claro que pode mudar em um dia, depende do acontecimento, do fato! Mas qual foi o fator determinante que ainda não estou sabendo?

Até pode ser tecnicamente correto, mas falar que uma pesquisa é 95% confiável – imputo como um erro grosseiro, crasso! De modo simplório pergunto:

– Se eu disser que confio 95% em alguém, o que a pessoa vai pensar? Ele não confia totalmente…

Há uma falta de sintonia e isso está bem claro!

Outra coisa: não estou levantando qualquer suspeita sobre pesquisas: nem da Folha SC – nem do O Correio do Povo. No entanto e para uma espaço tão curto, é de se ficar com um pé atrás.

Aliás, nas eleições de 2000 – véspera do pleito – a então candidata Cecília Konell (PMDB na época), publicou pesquisa na capa do Jornal AN – onde aparecia com 10% na frente do adversário Irineu Pasold (PSDB).

– Levou uma lambada de mais de 7 mil votos!

81

PÉSSIMA NOTÍCIA

Dizem que notícia não tem hora!

Assim sendo, vou começar estragando a segunda-feira de algumas pessoas, notadamente dos ocupantes do Paço Municipal em  Sodoma & Gomorra. Tenho uma notícia “quentíssima” e que vai causar uns oitenta arrepios diferentes na turma dos “teteiros do erário”.

Lá pelas tantas, a minha“noteceazenha” diz o seguinte:

“Sobrevela, no caso concreto, fundamento ético da ínelegibilidade prevista na alinea l, sendo justifîcável a exclusäo do de elegibilidade para aquele que teve prolatada, em seu desfavor, decisäo judicial (proferida por colegiado ou definitiva) reconhecendo o prejuízo doloso ao erário e o enriquecimento ilícito (…)2. Grifou-se.

No caso dos autos, a pretensa candidata foi condenada à suspensäo dos direitos políticos, por ter praticado ato doloso de improbidade administrativa, ensejador de dano ao Erário e de enriquecimento ilícito de terceiros. Está, portanto, inelegível, nos termos da alinea “I” do inciso I do art. 10 da LC 64/90 -independante das discussöes doutrinárias e jurisprudenciais sobre a necessidade, ou näo, da presença concomitante de dano ao Erário e enriquecimento ilícito.

– Bondoso que sou, não queria causar nenhum incômodo! Mas daí, alguns iriam dizer que não dei a notícia porque estou apoiando fulano, beltrano ou até cicrana!

Para evitar os maledicentes, estou trazendo o parecer de Sua Excia. SANDRA CUREAU -Vice-­Procuradora-Geral Eleitoral.

Por gentileza, queira clicar aqui (de-va-ga-rin-ho) e leia na íntegra: PROCURADORIA GERAL ELEITORAL

– Desculpaê!!

24

MAIS UM

– Mas o que anda acontecendo em Sodoma & Gomorra?

De repente, não mais que de repente (diria Vinícius de Moraes) todo mundo é pai da criança?

Se antes de ser vereador, o pretendente pleiteia o crédito de tudo isso, imaginem depois?

– Quer dizer que os detentores de ” mandato de fato” não fizeram mer…cadoria nenhuma?

É de conhecimento geral que a atual legislatura foi “incomparavelmente ruim”, mas daí a dizer que o “edil do bairro” foi preterido…

Mas acho que Adilson Braun é do Jaraguá 84 (se não me falha a memória – que sempre falha), presidiu ou preside a Associação de Moradores do Bairro e nem sei se algum edil com assento na Casa de Leis, representa a comunidade.

– Ô Braun! Menos, menos…

16

ARRE…

Clique para ampliar.

…éguaaaa! Recebi via e-mail, um folder de um candidato – postulante ao Legislativo.

Fiquei numa dúvida cruel:

– Mas quem administrou Sodoma & Gomorra nos últimos anos?

Segundo o folder (e recortei dois trechos como foto) havia um terceiro prefeito, fato revelado somente agora! Como tudo é crível ou passivo de crença, já não entendo mais nada!

– Afinal de contas, o caso era: de supervisão? de poder de mando? Como devo entender tanta participação nas obras, nas ações?

Por mais que provoque meus dois neurônios (sim, apenas dois), não consigo entender. Se mais algum servidor da prefeitura resolver “se adonar” da administração, ficará difícil determinar para quem devemos dar o crédito!

Outra dúvida incomodante:

– Se o nobre candidato fez tudo isso, não deveria ser concorrer ao executivo?

Outra pergunta:

– Onde fica o PD nisso tudo?